PONTO DE ORDEM 

A MÉDIA E A COBERTURA ELEITORAL

A natureza particular dos períodos eleitorais na sociedade angolana, onde o exercício do direito ao sufrágio universal ainda recentemente instituído constituiu momentos catalisadores do debate politico nacional e os ensinamentos do passado aconselham a classe profissional jornalística a adoptar um conjunto de princípios específicos na cobertura de períodos eleitorais, urge ter em mente cinco regras que reputo de fundamentais: a independência dos jornalistas em relação aos partidos políticos, tratamento distanciado de todas as matérias eleitorais; rigor na terminologia e no cálculo de números, notadamente o jornalista deve abster-se do emprego de expressões qualificativas ou de atribuir juízo de valor ao qualificar os acontecimentos; a divulgação de sondagens de opinião aqui entendido com a abstenção de divulgar sondagens, inquéritos ou entrevistas relativas a opinião dos eleitores quanto aos concorrentes; as fontes oficiais de informação do processo eleitoral, quer dizer o jornalista deve recorrer e privilegiar a informação disponibilizada pelos órgãos eleitorais autorizados para a divulgação dos resultados eleitorais.

 

Anteriores:

 

RECADO SOCIAL

 

ATENÇÃO, MPLA!

2017 provavelmente será o ano mais decisivo da história do MPLA e se conseguir ganhar as eleições por maioria absoluta, numa altura em que a situação económica e financeira estará ainda de rastos, é sinal de que a oposição deve mudar literalmente de liderança e estratégia .

 

Anteriores: 

  

LEITORES

SECA NA PROVÍNCIA DO HUAMBO

Há fortes razões para estarmos todos preocupados com a possível seca na Província do Huambo.

Figuras de Lá

Figuras de Lá - Edição nº 182

Sociedade

CARNAVAL DANÇADO SOB O SIGNO DA DIVERSIFICAÇÃO

Assolados no país pela crise económica e financeira que atinge todos os sectores, os grupos carnavalescos puxaram da imaginação e criatividade e levaram à Nova Marginal de Luanda um manancial de mensagens exortando os angolanos a apostarem na produção diversificada para o alavancar da economia nacional. Em três dias de jornada, a Nova Marginal de Luanda testemunhou o resultado de um “esforço gigantesco” das agremiações carnavalescas que tudo fizeram para transmitir ao público e aos governantes o recado da necessidade de uma maior aposta na produção nacional como forma de tirar o país da dependência de importação dos bens essenciais. 

Moda & Beleza

A IDADE COMO NÚMERO

O mais importante, ao montar um look, seja para qualquer idade, é sempre respeitar o seu corpo. Mesmo que você esteja em dia com a sua forma, evite qualquer tipo de peça com o prefixo mini, pois eles poderão dar um ar vulgar e não jovial à sua aparência.

Desporto

MORTE DE 17 ADEPTOS NO ESTÁDIO 4 DE JANEIRO NO UÍGE ANGOLA CHORA PELA TRAGÉDIA

*Vítima aponta falhas e culpados enquanto o Presidente da República ordena inquérito 

Mundo

CRIMEIA AZEDA NAMORO ENTRE TRUMP E PUTIN

A estranha amizade entre Vladimir Putin e Donald Trump parece estar a chegar ao fim. A improvável relação entre o presidente da superpotência e o chefe de Estado que aspira a esse estatuto, está a ser testada na Ucrânia e no que respeita à posse da Crimeia

África

GUINÉ EQUATORIAL JAMMEH PREPARA "CASA" PARA OUTROS DITADORES?

O asilo concedido ao ex-presidente da Gâmbia, Yahya Jammeh, pode transformar a Guiné Equatorial num covil para ditadores africanos, segundo receios da sociedade civil e dos opositores equato-guineenses.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital