REPORTAGEM

 
19 de February 2019 - às 08:46

QUIBALA UM MUNICÍPIO ESTRATÉGICO ESQUECIDO

Andar pelo Kwanza-Sul, a província do litoral centro-oeste de Angola, é um exercício extremamente aprazível. Primeiro, pela beleza natural que a província exibe, e depois pela fauna e flora. A alimentação saudável está entre os grandes fortes que este canto do país possui, e a disposição do seu povo pelo trabalho, especialmente agrícola dá-lhe maior encanto

 

O Cuanza-Sul contém 12 municípios, dentre os quais, Sumbe, a capital da província, Ebo, Gabela, Wako Kungo, Quilenda, Mussende, Porto Amboím, Kassongue, Libolo, Conda, Cela, Seles e Quibala.

O município da Quibala, com uma área de 10.280 km2, não fica a dever nada aos demais municípios dessa província. Pelo contrário, a região é rica em recursos minerais, apontando-se os que servem como matéria-prima para a construção civil (areia, pedra, burgau) e outros preciosos como o diamante, que segundo estudos, existem nas zonas limítrofes com o vizinho município do Mussende.

A sua população vive sobretudo da agricultura e da criação de animais de pequeno porte para auto sustento. É um ponto de passagem estratégico, sendo atravessado por uma das mais importantes vias rodoviárias do país, a estrada Nacional n.º 120, que liga a capital do país ao planalto central, mas parece ser o mais esquecido dentre os municípios desta província.

Em pleno ano de 2018, a cidade da Quibala apresenta um cenário marcado por um passado menos bom: marcas da guerra que assolou o país até 2002, como ruínas e carros blindados destruídos e aí abandonados. Segundo o administrador, os carros blindados estão já em  processo de remoção. No que respeita as ruínas, são justificadas como sendo vestígios de uma das regiões mais violentadas durante o conflito armado - "a sua localização estratégica invejável obrigou as partes em conflito a lutar pela posse dessa localidade. Então, aqui temos as consequências", disse.

Prosseguiu manifestando que é preocupação da administração municipal eliminar estes vestígios de guerra, mas que é preciso o envolvimento do governo daquela província. "Isso envolve custos elevadíssimos. Como podem verificar, há prédios que devem ser demolidos. O levantamento foi já efectuado, os serviços competentes do governo da província têm isso em atenção e acredito que já esteja à consideração das instâncias centrais competentes", aclarou.

A cidade da Quibala, apresenta,  logo à entrada, vias severamente degradadas. "As ruas da Quibala, já clamam por obras de melhoria. Isso para não falar em requalificação. O que envolve grandes custos, e fica já fora da alçada da administração municipal. Mas o governo da província está também ao corrente desta situação, e no entanto vamos fazendo algum esforço para manter transitáveis as ruas da cidade", tranquilizou Isaías Luciano.

Entretanto, o trajecto que leva os vários cidadãos para este lugar, saindo de Luanda, do Sumbe ou do centro Sul, vai sendo cada vez mais fácil de se fazer.

A estrada nacional, apesar de se encontrar ainda em obras de requalificação, vai apresentando um aspecto e condições cada vez melhores aos cidadãos. A agro-indústria vai despontando: o município da Quibala é neste momento a maior potência agro-pecuária na província do Cuanza-Sul, sendo referência incontornável na economia nacional.

E falando em economia, olhando para  a beleza natural do município, é fácil vislumbrar sucesso no sector de hotelaria e turismo, "a região tem grande potencial. E vimos apelar aos investidores do sector hoteleiro para que invistam. Já recebemos alguns, e decorrem já alguns processos de concepção de espaços para a construção de pensões e hospedarias. As poucas que temos, estão ocupadas, então, estamos no bom caminho." Esclareceu.

Confidenciou-nos ainda o administrador Luciano, que a Quibala aos poucos vai ganhando a cultura de plantação do café. Algumas fazendas estão a plantar café, o que já mostra que daqui a mais algum tempo, o município poderá ser uma espécie de monopólio em termos da produção do café naquela província. 

De referir que o paisagístico município da Quibala encontra-se no centro do país. Um cruzamento do Norte ao Sul, e do mar ao Leste. 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital