DESPORTO

 
5 de June 2021 - às 07:31

PATRICE MOTSEPE MULTIMILIONÁRIO SUL-AFRICANO É O NOVO PRESIDENTE DA CAF

Patrice Motsepe foi eleito Presidente da CAF - Confederação Africana de Futebol - por aclamação em Rabat, em Marrocos, em Março último, para o período 2021- 2025. É o primeiro sul-africano a ocupar o cargo, substituindo o malgaxe Ahmad, que foi suspenso 2 anos de todas as actividades ligadas ao futebol. Motsepe é o sétimo Presidente eleito da CAF. O multimilionário também é o primeiro anglófono a estar nesta posição.

 

O empresário sul-africano esteve ao lado do Presidente suíço da FIFA, Gianni Infantino durante esta 43ª Assembleia Geral da CAF.

Aliás, Patrice Motsepe acaba também por ser agora vice-presidente da FIFA.

O desfecho da eleição não deixava dúvidas, visto que o sul-africano era o único candidato após as desistências do marfinense Jacques Anouma, do senegalês Augustin Senghor e do mauritaniano Ahmed Yahya, isto para além do suspendido Ahmad, o antigo presidente malgaxe da CAF.
De notar que ocorreram, no fim do mês de Fevereiro, reuniões entre membros da Federação marroquina de futebol, a FIFA e os antigos candidatos ao cargo. Estas reuniões acabaram por ditar a candidatura única de Patrice Motsepe. O senegalês Augustin Senghor deverá ser o 1° vice-presidente, o mauritaniano, Ahmed Yahya deverá ocupar o cargo de 2° vice-presidente, e o marfinense Jacques Anouma deverá ser conselheiro especial do Presidente Patrice Motsepe.

Por aclamação, o sul-africano foi então eleito Presidente da CAF.

De 59 anos de idade, até agora ocupava o cargo de Presidente do clube FC Mamelodi Sundowns.Aliás, ele prometeu deixar a presidência da equipa para não haver conflito de interesses.

A fortuna do sul-africano é estimada a 3 mil milhões de dólares. Note-se que Patrice Motsepe também é o cunhado de Cyril Ramaphosa, Presidente da África do Sul.

Durante a sua eleição em Rabat,  prometeu dedicar-se seriamente à Confederação Africana de futebol, para além das suas próprias actividades.

CAF em dificuldades financeiras - Uma das primeiras tarefas que terá pela frente é melhorar a saúde financeira da Confederação Africana de futebol.

Fouzi Lekjaa, Presidente da Federação marroquina e da  Comissão das Finanças da CAF, afirmou, antes de ser oficialmente eleito Patrice Motsepe, que a CAF está a ter «um défice anual a rondar os 10 milhões de dólares» e que é necessário «inverter esta situação». 

Fouzi Lekjaa lembrou que a CAF tem cerca de «60 milhões de dólares de fundos próprios», mas que a situação tem de mudar.

Recorde-se que a instituição, a CAF, foi criada em 1957 e está baseada no Cairo, no Egipto.

Ahmad suspenso dois anos - O antigo Presidente da CAF, Ahmad, não conseguiu entrar na corrida à eleição. 

A Comissão de ética da FIFA tinha suspendido por 5 anos o Presidente da Confederação Africana de futebol - CAF - por ilícitos financeiros, com uma multa de cerca de 185 mil euros, no passado mês de Novembro.

Após a decisão do TAS, Ahmad foi ‘apenas’ suspenso por 2 anos de todas as actividades ligadas ao futebol.

Há quatro anos que Ahmad ocupava o cargo de Presidente da CAF, depois da derrota do camaronês Issa Hayatou nas eleições de Março de 2017.

Na altura, Ahmad prometeu levar a cabo uma verdadeira revolução no futebol do continente africano.

Nascido a 30 de Dezembro de 1959 em Madagáscar, o homem político, que ocupou o cargo de secretário de Estado do Desporto e ministro das Pescas, foi acusado de violar os artigos 15 (Dever de Lealdade), 20 (Aceitação e Distribuição de prendas ou outras vantagens), 25 (Abuso de Poder), e 28 (Desvio de fundos).

Em 2019, o antigo Secretário Geral da CAF, Amr Fahmy, falecido desde então, enviou uma carta à FIFA a acusar o Presidente Ahmad de corrupção e de assédio sexual.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital