FIGURAS DO MÊS

 
31 de maio 2016 - às 06:53

MISS ANGOLA 2016 QUERO SER RECORDADA COMO A PRIMEIRA NGANGUELA ELEITA MISS ANGOLA!

Luísa Baptista, 21 anos é a actual Miss Angola.Natural do Cuando Cubango, estudante de Psicologia, decidiu participar nos concursos de beleza como porta de entrada para poder conseguir uma bolsa de estudo para o exterior do País. Não ganhou a bolsa mas ganhou o título de jovem mais bela de Angola, o que lhe abriu muitas portas para a sua vida mudar positivamente.

Em Luanda, onde viverá durante todo o seu reinado de Miss, Luisa Baptista aceitou fazer o retrato da sua vida até chegar a Miss Angola e os desafios que enfrentará

 

Figuras & Negócios (F&N) - Quem é a actual Miss Angola que os angolanos precisam de a conhecer e acarinhar? Fale-nos um bocado do seu percurso, do que fazia antes e como foi essa "aventura" até chegar ao título de Miss Angola? 

Luísa Baptista (LB)- A actual Miss Angola é Luísa Baptista, uma menina oriunda da Província do Cuando Cubango, de 21 anos de idade, estudante de Psicologia, que decidiu participar no concurso no intuito de ganhar uma bolsa de estudo para o exterior e que depois de ter sido coroada com o incentivo de familiares e amigos, esforçou-se ao máximo  para levar pela primeira vez a coroa à sua província. 

F&N - Ser Miss Angola hoje o que representa para si? Alguma vez imaginou chegar à conquista desse título e o que mudou na sua vida após essa conquista? 

LB - Para mim, ser Miss Angola é ser representante da beleza e cultura do  país e é ainda poder usar a nossa beleza  em prol das causas sociais. Na verdade, mesmo dando o máximo de mim, nunca pensei que seria capaz de conquistar o título tão desejado por muitas mulheres e que trouxe consigo muita responsabilidade e que abriu muitas portas para que a minha vida pudesse mudar positivamente. 

F&N - O que é para si, hoje, ser figura pública? Vivia em Luanda ou no Cuando Cubango? Como é ser famosa numa grande cidade como Luanda? Sente-se reconhecida na rua e como gere esta situação?

LB - Ser figura pública para mim, é servir de exemplo para as outras pessoas que queiram seguir o mesmo caminho que nós. Na verdade, já vivia em Luanda por uma questão académica; ser famosa numa cidade como Luanda não é fácil mas é prazeroso especialmente por ser reconhecida pela função que se desempenha.

F&N - Voce é Miss Angola, eleita. Nessa qualidade sente-se como a mulher mais bonita de Angola? Como define esses concursos de beleza para a dignificação da mulher angolana? 

LB - Quando se tem auto-estima  não é necessário ser eleita como a mulher mais bonita, pois o conceito de beleza é relativo. Os concursos de beleza têm trabalhado não só para mostrar ao mundo a beleza da mulher angolana mas também a vasta bagagem intelectual e cultural o que de certa forma, contribui para a dignificação da mulher, no caso, a angolana. 

F&N - Na sua opinião, o que deve mudar nesses concursos de forma que a mulher/jovem angolana seja mais valorizada? 

LB - Na minha óptica já ouve uma grande mudança pelo facto de hoje já se ter uma outra visão sobre os concursos de beleza, pois outrora havia o conceito de que uma Miss era apenas representante de beleza e hoje já se percebe que é muito mais do que isso.

F&N - Como está a sua formação académica? Já delineou como será a sua actividade diária nesta fase em que ostentará a coroa de Miss Angola? 

LB - Graças a Deus e com a ajuda do Comité Miss Angola, tenho conseguido conciliar o trabalho de Miss com a formação académica. Na verdade, eu tenho uma agenda semanal com todas actividades diárias já delineadas

F&N-Você hoje é Miss,amanhã quando passar a coroa a outra menina, será automaticamente modelo ou já tem delineado os caminhos do seu futuro? Quais são?

 LB - Quando o meu mandato terminar pretendo terminar os estudos, fazer sim trabalhos como modelo e seguir o ramo empresarial.

F&N -Tem noção das responsabilidades que recaem sobre os seus ombros enquanto Miss? Como procura responder positivamente a essas responsabilidades que são um desafio? 

LB - Pelo pouco tempo em que tenho vivido como Miss, já me apercebi das responsabilidades que recaem sobre mim, e sendo sincera, não são fáceis mas procuro, com a ajuda do Comité Miss Angola, trabalhar de forma a cumprir e superar as minhas expectativas. 

F&N -Tem metas a atingir nesse seu mandato de Miss? Quais? 

LB - Tenho sim. Como sabe, toda miss tem uma causa a defender e a minha é a Luta contra o  cancro da mama, e eu pretendo passar ao máximo de pessoas informações que podem salvar vidas.

F&N -Qual o conceito que tem de mundo global e, na sua opinião, como Angola se insere neste mundo? 

LB - Na minha óptica, o mundo global ou globalizado tem um vasto conceito pelo facto de todos os sectores de uma sociedade terem sofrido uma grande alteração com a ajuda da tecnologia e Angola não fugiu à regra pelo facto de ter tido uma grande transformação, não só na área social, como económica e política que de certa forma, contribuiu para a melhoria das condições de trabalho, mas, por outro lado, na área tradicional tem perdido a essência da sua cultura. 

F&N -Neste mundo quais os seus ídolos e que, de certa forma, os seus exemplos podem servir-lhe como fontes de inspiração? 

LB - Neste mundo eu tenho vários ídolos como os meus pais alguns familiares e amigos e eu pretendo aproveitar dos seus exemplos perseverante e lutando pelas minhas ideologias.

F&N -Tirando a capa de Miss Angola, quem é a jovem Luísa? Sabe cozinhar? Se sim passe para os angolanos os segredos de uma receita que sabe fazer com destreza? 

LB - Luísa é uma jovem universitária, primogénita de 4 irmãos, que procura disfarçar nas brincadeiras a timidez e que procura trabalhar arduamente para construir o seu património; sim sei cozinhar bem feijoada por ser um dos meus pratos preferidos. 

Para feijoada é necessário:

Feijão, carne bovina, suína ou o que preferir, cenoura, cebola, tomate, repolho, couve, chouriço, 

salsichas, óleo ou azeite, alho, e sal a gosto.

Faz-se o refogado com a cebola, alho e azeite ou óleo  (de acordo com a preferência), deixar alourar, junte o tomate, a couve e a cenoura e o feijão  deixar em lume brando.

Num outro tacho dar fervura à carne já temperada a seu gosto e quando estiver pronta misturar ao refogado. Acrescente o chouriço, salsichas e repolho e tempere a seu gosto, sirva com arroz. 

F&N -Qual a sua cor preferida e quais as tarefas que mais mobilizam a sua atenção em casa? 

LB - Eu não tenho uma cor preferida mas gosto muito de preto e branco e o que mais mobiliza a minha atenção nas tarefas caseiras é a cozinha.

F&N - Se ganhar ou não ganhar nenhum concurso internacional que participará este ano em função da coroa de Miss Angola que ostenta, como gostaria de ser recordada no futuro? 

LB - Gostaria de ser lembrada pelo meu desempenho como Miss e por ter sido a primeira Nganguela a arrebatar a coroa de Miss Angola. 

F&N -Viverá um ano no centro das luzes da ribalta. Amanhã sem a coroa como imagina que será a sua vida? Vai casar logo? 

LB - Quando terminar o meu mandato, vou dar continuidade aos meus estudos, ingressar no ramo de estética e, sim, pretendo me casar mas no tempo certo.

F&N - Já tem namorado, é comprometida ou essa é uma oportunidade para arranjar o seu príncipe encantado?

LB - Neste momento eu tenho outras prioridades mas não se sabe o futuro, o que o futuro nos reserva. 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital