POLÍTICA

 
23 de maio 2018 - às 08:43

GENERAL NUNDA EXONERADO: “DISCIPLINA” É O NOVO C.E.M.G.F.A.

O general António Egídio de Sousa Santos é o novo Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), na sequência da exoneração do general Geraldo Sachipengo Nunda do cargo, por despacho assinado pelo Comandante –em Chefe das FAA, o Presidente da República João Lourenço

 

Segundo nota de imprensa da Casa Civil da Presidência da República, Egídio de Sousa Santos, em decorrência da sua nomeação foi  promovido ao grau militar de general-de-exército. Até à altura da sua nomeação, “Disciplina”, como também é conhecido desde os tempos das casernas de guerra pura e dura, desempenhava as funções de chefe do Estado Maior General-Adjunto para a Área de Educação Patriótica das FAA.

Ao abrigo da Constituição da República de Angola, da Lei da Defesa Nacional e das Forças Armadas e depois de ouvido o Conselho de Segurança Nacional, João Lourenço exonerou ainda o general Geraldo Abreu Muhengo Ukuachitembo, do cargo de vice-chefe do Estado Maior General para a Logística e Infraestruturas, que, igualmente por despacho presidencial, foi nomeado para exercer o cargo de Chefe do Estado-Maior General-Adjunto para a Área Operacional e de Desenvolvimento.

A 23 de Março passado, João Lourenço exonerou também o tenente-general André de Oliveira João Sango, do cargo de director geral do Serviço de Inteligência Externa, tendo nomeado o general José Luís Caetano Higino de Sousa para o referido cargo.

Por seu turno, os generais Marques Correia e Matias Lima Coelho foram nomeados para os cargos de Inspector-Geral da Defesa Nacional e Chefe do Estado-Maior do Exército, respectivamente. 

 

TRECHOS BIOGRÁFICOS

Egídio de Sousa Santos (Disciplina),  nasceu no município de Calandula, província de Malanje. Estudou na Missão do Quéssua e é professor de História na Faculdade de Letras e Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto em Luanda.

É licenciado em Filologia, pela Escola Superior Político-Militar de Lvov, ex-URSS em 1985 e em Ciências da Educação, pelo Instituto Superior de Educação (ISCED) do Lubango, província da Huíla em 1990.

Em 1994, conclui o Mestrado em História da África Negra, pela Universidade de Paris I, Panthéon- Sorbonne. Tem desde 2005, um Doutoramento em Ciências Sociais, opção História, pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (EHESS), em Paris, defendendo a sua tese, sobre a ” A cidade de Malanje na História de Angola, dos finais do século XIX até 1975″, um trabalho de pesquisa com mais de 600 páginas e dividido em três partes e que resultou num livro já publicado. 

(In Vivências Press News). 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital