FIGURAS DE LÁ

 
31 de maio 2016 - às 07:43

Figuras de Lá - Edição nº 173

 

BEYONCÉ

LEMONADE

Lançado no site de streaming Tidal (e ainda sem previsão de ganhar forma de CD), Lemonade é o novo lançamento musical de Beyoncé. Dizem os críticos que Lemonade é uma grande DR (discussão de relacionamento) entre Beyoncé e o marido, o rapper Jay Z, entrecortada de mensagens de "empoderamento" feminino e de militância contra o racismo. O título pretende ser político e pessoal ao mesmo tempo: Lemonade alude ao ditado "se a vida lhe der limões, faça uma limonada"- que parece ter impressionado a cantora quando ela o ouviu da avô nonagenária de Jay Z- e também a um mito dos grotões racistas do sul americano: o limão serviria para embranquecer a pele negra.

Beyonce não lança discos: promove eventos sumptuosos que têm as suas músicas como trilha.

 

YOWERI MUSEVENI

SPRINT

O Presidente do Uganda, Yoweri Museveni tomou posse recentemente após ter ganho folgadamente as eleições presidenciais do seu País. Calejado no poder com vários mandatos como vencedor o que faz dele um dos presidentes mais longejos do continente africano, Museveni promoveu uma cerimónia de posse concorrida com a presença de vários estadistas estrangeiros que testemunharam, assim, o início de mais um sprint daquele que acredita que ainda não chegou a hora de abandonar o cadeirão presidencial.

 

RENATO SANCHES

FUTURO

O meio-campista do Benfica de Lisboa, Renato Sanches ganhou a sorte grande ao assinar um contrato futebolístico altamente vantajoso para o seu futuro tornando-se jogador, na próxima epoca, do Bayer de Munique da Alemanha.

Renato, um habilidoso jogador em início de carreira, pouco mais de 18 anos, aumenta o seu peculio financeiro com um contrato com um passe avaliado em perto de 50 milhões de dólares, que pode ser promissor se tiver juízo, blindar o meio que o envolve e trabalhar sempre para a sua superação futebolística.Porque também ainda há metas tentadoras que ele  tem de procurar cumprir.

 

NICOLAS MADURO

ADVERTÊNCIAS

Com o seu País a registar momentos aflitos do ponto de vista económico e social, tudo decorrente de uma ma utilização das receitas petrolíferas que inundavam os cofres do Estado Nicolas Maduro, o Presidente da Venezuela sente-se acossado pela oposição que reclama o seu fim de mandato. E como vale prevenir nada melhor do que desapertar o nó da gravata para mais aliviado enfrentar a contestação de todos os lados.

 

IMANY

NOVO ÁLBUM

Com a sua voz grave a assemelhar-se a Tracy Chapman, a cantora de origem comoriana (Ilhas Comores), Imany conquistou o público com o seu primeiro album musical e já trabalha num segundo disco cuja saída está prevista para o mês de Setembro. Com o título There Were Tears, o novo single, tido como mais orquestrado em relação ao primeiro, The Shape of a Broken Heart é uma mistura de estilos com predominância para o pop. Antes de fazer carreira musical, Imany foi manequim profissional durante sete anos em Nova York.

 

FATMA SAMOURA

FIFA

Fatma Samoura, 54 anos, senegalesa, torna-se a primeira mulher a ocupar um cargo de topo na Federação Internacional de Futebol. Ela foi nomeada Secretária Geral da FIFA depois de um controlo de elegibilidade para substituir o francês Jerome Valke, no cargo desde 2007, demitido e suspenso por 12 anos por envolver-se num tráfico de bilhetes de jogos.

Funcionária há 21 anos das Nações Unidas, Fatma Samoura vai ser empossada em Julho e torna-se a primeira mulher a ocupar este cargo estratégico da FIFA.

 

NKOSAZANA DLAMINI-ZUMA

FINAL DE MISSÃO

Nkosazana Dlamini-Zuma não vai continuar no cargo de Secretária Geral da União Africana após cumprir o seu actual mandato. Ela já demonstrou indisponibilidade em continuar, abrindo-se caminho a uma luta para a sua sucessão. Zuma, comenta-se, deverá regressar ao seu País, África do Sul onde lhe esperam outras responsabilidades políticas após ter cumprido bem a sua missão na mais alta instituição continental.

 

LIONEL ZINSOU

EXEMPLO

Candidato às recentes eleições presidenciais do Benin, Lionel Zinsou, antigo primeiro-Ministro do Presidente cessante, foi derrotado nas urnas por Patrice Talon e num gesto pouco comum infelizmente em África, ele foi o primeiro a reconhecer a derrota e felicitar o vencedor. No rescaldo do balanço sobre o seu desempenho, Lionel Zinsou atribui as causas da derrota às suas relações com a França e, sobretudo, pela sua proximidade com o ex-Presidente Boni Yayi.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital