FIGURAS DE CÁ

 
5 de June 2021 - às 07:13

Figuras de Cá - Edição nº208

 

Paulo Flores
SOLIDARIEDADE

O músico angolano Paulo Flores demonstra um sentimento profundo de solidariedade aos moçambicanos de Cabo Delgado que sofrem devido ao ataque da sua terra de invasores externos. Paulo de certeza vai realizar espetáculos musicais em Angola e Portugal para angariar roupas e alimentos para ofertar ao povo moçambicano de Cabo Delgado.Oxalá mobilize os seus colegas de Angola e Portugal para a campanha.

 

Ana Dias Lourenço
VEIA ARTÍSTICA

O músico Matias Damásio revelou a imprensa que a sua recente obra, que é homenagem a Angola, partilhou com a Primeira-Dama Ana Dias Lourenço, mormente a letra da canção. Sabemos que Ana Dias Lourenço é economista, inclusive, foi Ministra do Plano em Angola e esteve a funcionar no Banco Mundial, nos EUA mas, não conhecíamos o lado poético e letrista da Primeira-Dama que Matias Damásio desvendou-nos. Parabéns, Ana Dias Lourenço!

****************************

Josefa Sackou
OENSAR ÁFRICA

Comissária da África da Agricultura e Bem-Estar, Josefa Sackou não se cansa de exaltar a importância da agricultura no nosso continente. Engenheira agrícola formada na Nigéria, Josefa Sackou depois de Angola, foi Secretária Geral da Organização Africana do Café em Abidjan, Costa da Marfim. E das únicas mulheres influentes da África, um mérito que a coloca no mundo como mulher influente e de Angola que é o berço da nacionalidade de Josefa.

****************************

Maravilha dos Santos
VÉNIA À BAILARINA

Ela é bailarina do União Kiela e o ministro da Cultura decidiu homenageá-los na revista do carnaval. A bailarina é Maravilha Dias dos Santos que dança o carnaval há trinta e cinco anos no União Kiela. Nos carnavais de Angola os grupos de dança como o União Kiela, reúnem a veterania e os jovens para a transmissão de experiência. Maravilha!

****************************

Bento Bento
“BENTIFICAR” LUANDA

Sem a casaca de governante, mais um 'round', ao 'punho' de Bento Bento. Recomposto fisicamente, anseia-se que o timoneiro político do MPLA que substitui a governadora Joana Lina no comando partidário provincial, reedite as suas proezas de "mobilizador de massas", feito logrado com sucesso em missões anteriores. A indicação não é inédita nem inovadora mas, parece estratégica em período pré-eleitoral, momento em que, segundo estatísticas, a popularidade do seu partido está na "corda bamba". É verdade! Parece que, afinal, apenas Bento Bento tem a "água benta" necessária para "benzer" a disputa e sucesso político do MPLA de Luanda, uma praça importantíssima, numa altura em que se augura a realização das eleições Autárquicas, igualmente, para 2022.

****************************

Gilberto Amaral
MÉRITO

O Petro de Luanda efectuou algumas mudanças na estrutura administrativa do departamento para o futebol, tendo nomeado Gilberto Amaral ao cargo de coordenador técnico-adjunto para imprimir um novo paradigma a gestão operacional do clube, segundo um comunicado da agremiação. A nomeação de Gilberto, um antigo exímio futebolista do Petro,’é um reconhecimento do jovem que abraçou o clube sempre, com dedicação e empenho.

****************************

Manuel Fernandes
EXPECTATIVAS DESAFIADORAS

Manuel Fernandes e o terceiro presidente da coligação democrática e ele promete que a sua liderança vai vingar porque ele e Presidente de um partido político. Anteriomente foi Abel Chivukuvuko e depois André Mendes de Carvalho, ambos independentes na coligação. O Bloco Democrático na Assembleia Nacional e o terceiro classificado atrás do MPLA e a Unita e Manuel Fernandes acredita que em 2022 nas eleições gerais vão ganhar o lugar cimeiro.

****************************

Sara Fialho
MÉRITO RECONHECIDO

Organizada e disciplinadora no quesito de orientar os jornalistas na cooperativa profissional, Sara Fialho e vitoriosa pelos seus métodos que dirige os colegas de profissão. Jornalista experiente, Sara iniciou a profissão do jornalismo no Jornal de Angola, trabalhou na Rádio Lac e na TPA. Foi membro da Comissão Administrativa do JÁ e hoje dirige a Cooperativa de Jornalistas Angolanos.

****************************

Yuri da Cunha
CANTAR TETA LANDO

Yuri da Cunha cantou Teta Lando, uma homenagem dele aos artistas mais velhos e que morreram deixando o testemunho à nova geração. O jovem músico cantou e encantou os espectadores com a promessa de homenagear outros músicos tais como; David Zé, Artur Nunes, Carlos Burity, Urbano de Castro, enfim... O Yuri sabe cantar e encantar com o seu talento ímpar, as músicas dessas velhas glórias do "music hall" contemporâneo angolano. Bem haja, Yuri!

****************************

Joana Lina
MAU PRESSÁGIO

Nomeada governadora provincial de Luanda numa altura em que a sociedade angolana estava zangada com dirigentes avessos à ética e o bom desempenho na coisa pública, Joana Lina começou a sua governação com o "pé esquerdo". Para a limpeza da capital, soou o apito para que se rescindisse os contratos com as empresas responsáveis por alegadas "gestões danosas" ao Estado. Resultado: lixeiras e moscaria empestaram a cidade. No interim, novas empresas foram contratadas porém, o quadro se mantém. Como um mal nunca vem só, no campo político, Joana fez "das tripas coração" mas, as estratégias do MPLA para Luanda bateu a porta do "camarada" Bento Bento para a direção provincial do Partido. Estando a navegar em calemas, observadores atentos acreditam que Joana Lina poderá não conseguir “aquecer o banco” no comando da governação de Luanda. Bons ventos a encaminhem!

****************************

Helga Fêty
NÃO, À PIRATARIA!

Helga Fêty, renomada cantora e experiente actriz angolana, denunciou ao Jornal de Angola, a equipa do programa "Casei Com A Família", exibido pela TVZimbo, de aproveitamento da sua propriedade intelectual, sem sequer ela ter sido solicitada nem informada. A reinvindicação de Helga, que teve respaldo e viralizou nas Redes Sociais, vincou no sentido de se desencorajar e condenar práticas recorrentes de violação de direitos autorais perpetradas por pessoas ou instituições que, de má fé, têm se aproveitado de forma indevida dos esforços e dedicação de vários artistas nas suas obras, desrespeitando com isso as Leis existentes.

****************************

Rosa Roque
“PALMAS, POR FAVOR”!

Mentora do agrupamento musical feminino As Gingas do Maculusso, Rosa Roque, professora e dotada em música e dança, foi homenageada pelo seu talento e afago pela Mediateca de Luanda. Uma homenagem justa a Rosa Roque, a professora natural de Malanje onde nasceu em 1953.As Gingas do Maculusso, o seu “bebê” foi criado pela professora em 1983 e do conjunto desponta a sua filha Gersy Pegado.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital