FIGURAS DE LÁ

 
2 de January 2021 - às 07:34

Figuras de Cá - Edição nº206

 

Joana Lina

SINAIS DOS TEMPOS

O que adivinhávamos surgiu de pronto: manifestações, e mais manifestações. Umas para “louvar” a governação de João Lourenço e, outras tantas para contestar as políticas económicas e sociais do governo. Até então, a governadora de Luanda Joana Lina chateva-se com os manifestantes pacíficos, jovens que apelam ao desemprego e a falta de oportunidades, rotulando-os por “arruaceiros”, sendo vítimas de forte violência por parte da polícia. Porém, recentemente, exactamente no dia 10 de Dezembro, data de comemoração do aniversário do MPLA, um grupo de jovens realizou mais uma manifestação com epicentro no Largo da Independência. No ensejo, os manifestantes “tiveram a ousadia” de escalar e pousarem no topo da estátua ao lado do busto de Agostinho Neto. O aparato policial esteve presente no local mas, desta vez, manteve-se “quieto”, impávido e sereno, a acompanhar o cenário. E então, senhora governadora? Ordens superiores ou sinais de mudanças de paradigmas?

********************************************

Paulo de Almeida 

Dinâmica e dignidade

O comandante da Polícia Nacional, Paulo de Almeida está preocupado com a corporação, imprimindo-a dinâmica para atender ao chamamento da nação e a primeira questão é a valorização do homem: recrutá-los e formá-los sempre para o incremento de valores e melhorias no desempenho dos seus agentes, que dignifiquem a corporação. Sem dúvidas, é um desafio interessante para o qual incentivamos o Comissário Geral a engendrar. 

********************************************

Abel Chivukuvuku 

RESILIÊNCIA

Abel Chivukuvuku está profundamente zangado com o TC (Tribunal Constitucional) que não o deixa oficializar a formação partidária que pretende constituir. Pra Já - Servir Angola, é o nome do partido com o qual pretende concorrer aos próximos pleitos eleitorais. Recentemente, um acórdão do TC chumbou, definitivamente, a possibilidade de o seu partido vir a ser legalizado. Inconformado, Chivukuvuku prometeu, em conferência de imprensa, recorrer aos tribunais internacionais e, por outro lado, fomentar  manifestações populares em todo o País como forma de protesto contra aquilo que acusa ser uma perseguição política por parte de forças ligadas ao partido MPLA. Resiliente que é, acreditamos que, depois desse forte embate, o irreverente político não cruzará os braços. A procissão vai no adro e veremos com que linhas se vai tecer.

********************************************

Sara Fialho 

COOPERATIVISMO

Sara Fialho palmilhou a rua encontrando colegas para cooperarem o interesse na classe jornalística e com a sua força, perseverança e denodo conseguiu-se criar a Cooperativa dos Jornalistas Angolanos. Sara fez tudo pela cooperativa de jornalistas; reuniu colegas em assembleia e, prontos, surgiu a primeira Cooperativa de Jornalistas com direcção colegial. E, está a funcionar!

********************************************

Isabel dos Santos 

Mau agoiro

Isabel dos Santos está a viver um período mau nos negócios, não obstante a perda do marido e de uma confidente, que morreram. Nos negócios, a empresária soma insucessos com a renúncia de parceiros e instituições. Recentemente, numa acção interposta pela PT Ventures contra a Vidatel, sua empresa, o Tribunal Supremo das Ilhas Virgens Britânicas decidiu afastá-la da Vidatel e, por consequência, deixa de ter qualquer ligação à Unitel. Perdeu o direito de votar nas assembleias, participar na gestão, receber dividendos (25% da sua participação societária) e qualquer informaões da Unitel. Afinal, "azar não é só óbito" e, tal o mentideiro popular angolano: a primogénita de JES ou está a ser “perseguida pelo demónio” ou “apanhou uma 'tala'” para ficar paupérrima. Pode?

********************************************

Adalberto Costa

Futuro da Unita

Adalberto da Costa Júnior vai estrear-se no pleito eleitoral de Angola como presidente do seu partido UNITA. Não tem a aura de Jonas Savimbi, o antigo líder mas, é apaixonado pela política e entusiasta que preside com boa retórica e proeminência os anseios da Angola de hoje e de amanhã e promete fazer de tudo para ganhar as eleições gerais de 2022. A acontecer, Adalberto vingará o seu nome na história de Angola e tornará o grande sonho da UNITA em realidade. Afinal, sonhar

não é proibido.

********************************************

Sérgio Picarra

Parabéns!

O cartoonista Sérgio Piçarra ganhou um prêmio franco-alemão dos “Direitos Humanos e do Estado de Direito” 2020. Pelo facto, a revista Figuras & Negocios regojizada, apresenta ao laureado, parabéns! Regozijamo-nos, pois, as nossas páginas têm recebido os seus cartoons e encorajamo-lo a continuar a trabalhar com o brio e o profissionalismo de sempre, pela sociedade que o acarinha e muito admira os seus dotes. Força e coragem Sérgio!

********************************************

Manuel da Costa

fora das 'contas'

O antigo ministro da Economia e Planeamento, Manuel Neto da Costa ficou na 10ª posição, com 73,3 pontos, não podendo ocupar uma das quatro vagas de juíz do Tribunal de Contas. O Conselho Superior da Magistratura Judicial chumbou 58 dos 62 candidatos que participaram do concurso curricular para o provimento de quatro vagas a Juizes-Conselheiros do Tribunal de Contas. Infelizmente, Neto Costa, exímio economista, 56 anos, viu as suas expectativas goradas.

********************************************

Silvia Lutucuta

“BATATA QUENTE”

A questão da pandemia em Angola já é um problema a juntar-se outras epidemias como a malária mas, o processo disciplinar que foi aplicado ao médico Adriano Manuel em Julho, por alegada violação do sigilo profissional, é uma “batata quente” para Sílvia Lutucuta. O Sindicato dos Médicos ameaça convocar uma manifestação e uma greve geral, caso a Ministra não intervenha com o objectivo de se “repor a legalidade” no polémico processo contra o médico. Adriano Manuel, profissional do hospital pediátrico David Bernardino, é acusado de ter denunciado mortes relacionadas com a falta de condições no estabelecimento hospitalar que funcionava.

********************************************

Isaías Kalunga

Revitalizar o CNJ

O dinâmico jovem do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), Isaías Kalunga é um exemplo de “juventude pró-activa”. Em reunião de auscultação com deputados da Assembleia Nacional, declarou que, dentre outros problemas, a organização precisa de mais de 400 milhões de Kwanzas para a sua revitalização e pleno funcionamento. Eleito presidente da CNJ este ano, Isaías Kalunga não para e tem estado a visitar as províncias para interagir com jovens e dirigentes das instituições, enfim, dando corpo às tarefas que a organização carece.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital