FIGURAS DE CÁ

 
22 de junho 2018 - às 06:36

Figuras de Cá - Edição nº 192

 

SÍLVIA LUTUCUTA

RAÇA E PERSEVERANÇA

Sílvia Lutucuta, Ministra da Saúde, saíu do gabinete inúmeras vezes nestes primeiros meses de gestão e não têm sido poucas as brechas que tem encontrado em termos de gestão dos parcos recursos colocados à disposição das unidades hospitalares. Ela recebeu uma herança francamente vergonhosa do seu antecessor, mas, para já  vai vencendo algumas batalhas em termos de mobilização humana, pois, por exemplo, para a campanha de vacinação contra o Sarampo e a Rubéola,  o seu pelouro conseguiu que em todo o país fossem “convocados” 54 mil e 900 funcionários, que integraram nove mil equipas.

*********************************

JOSÉ CARLOS GUIMARÃES

MERITOCRACIA RECONHECIDA

A Federação Angolana de Basquetebol fez um autêntico “smash”. Foi tão intenso e espectacular que  sacudiu do cesto todos os fantasmas que teimavam em resistir com o tempo. Integrou nos seus quadros um dos mais brilhantes jogadores angolanos de todos os tempos e treinadores de mão cheia. José Carlos Guimarães está de volta e com todo o seu perfil e carácter, não há dúvidas que muita coisa poderá mudar para melhor em termos das  nossas selecções nacionais de basquetebol.Ele passa a integrar a equipa técnica da FAB e, com essa nomeação, desvanecem-se as núvens algo cinzentas no quadro do relacionamento com o Presidente da FAB, Hélder  Maneda, que está também de parabéns.No fundo, mais um quadro angolano de grande notoriedade é reconhecido o seu mérito, numa altura em que, definitivamente, tem que se olhar mais para dentro, pois ao longo dos anos deu-se muitos “tiros nos pés” no que diz respeito à contratação de técnicos estrangeiros para as nossas selecções de top.Que não vieram acrescentar nada. Convenhamos.

*********************************

LAURINDA CALÇAS

HUMILDADE PREMIADA

A  apresentadora da TV Zimbo  arrebatou um dos prémios da Gala “Angola 35 Graus”, na categoria Comunicação Social, fruto do seu desempenho como pivot dos serviços de notícias, em horário nobre, da maior estação televisiva privada  concorrente da Televisão Pública de Angola.

Laurinda Tavares considerou que, apesar de nunca estar “virada para prémios”, este  acabou por chegar “no momento certo”, pois sente “mais afirmada e capacitada” na Informação. Em declarações à própria Zimbo, acrescentou que os seus objectivos  de vida profissional dividiam-se entre seguir Jornalismo e a Medicina, mas acabou por  conseguir realizar o primeiro e, na certa, com grande sucesso.  Na hora da consagração, ela afirmou que a distinção é o resultado do esforço feito ao longo dos anos e graças ao apoio da sua família, dos  directores e colegas que a fizeram superar todas as dificuldades.

*********************************

GERSON DALA

OPORTUNIDADE ÍMPAR

O antigo jogador do Primeiro de Agosto, Gelson Dala, pode alcançar um lugar ao sol na equipa A do Sporting Clube de Portugal, uma vez que, pelo menos até há bem pouco tempo,  estavam pouco  esclarecidas as dúvidas se os jogadores de ataque do team de Alvalade permanecessem no plantel, devido  aos ataques que sofreram na própria academia do clube por parte de um grupo de pessoas consideradas “terroristas”. Note-se que a própria equipa B do clube desceu de divisão e Gerson Dala, em dado momento da época ora finda, chegou mesmo a integrar o plantel principal do Sporting.

*********************************

ARTUR ALMEIDA

GESTÃO DA MISÉRIA

Depois da mais recente derrota da selecção nacional de futebol, na categoria dos sub-20, diante da sua congénere do Malawi, recrudesceram as críticas à Federação Angolana de Futebol. Artur Almeida, o seu presidente - conhecido pela sua retórica - tem gerido uma herança cheia de dívidas, com poucos recursos humanos e projectos engavetados por falta de  dinheiro. O homem confessa que nem imaginava sequer o tamanho  do rombo nos cofres e o trabalho que teria para “lavar” a imagem da instituição. O quadro é simplesmente deprimente e vergonhoso.

*********************************

FRANCISCO QUEIROZ

COMPLICAÇÕES

O Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, viu-se "apertado" por uma arreliante greve que milhares de funcionários afectos ao sector levaram a cabo a nível de todo o país. Os representantes do  SOJA, Sindicato dos Operadores de Justiça de Angola, foram intransigentes nas negociações com o "patronato" e  deram sinais de que podem voltar à carga e complicar ainda mais a vida de milhões de angolanos se não  for satisfeita grande parte das suas reivindicações. Para já, está descretada uma trégua até  Agosto para que o Ministro resolva as makas.Complicado!

*********************************

EDUARDO PAIM

ASSOCIATIVISMO

O músico-comprositor, Eduardo Paim, está apostado em ajudar a classe, a braços com uma série de problemas que vêm de longa data. O experiente artista, dono de uma trajectória inigualável na música contemporânea angolana, vai engajar-se mais activamente no movimento associativo em defesa dos companheiros.Com espírito optimista, o "Rei da Kizomba" estará na linha da frente para que a União Nacional  dos Artistas e Compositores (UNAC) consiga atingir os objectivos pelos quais foi criada há mais de trinta anos.Um deles é a defesa dos direitos autorais das obras de cada um dos seus membros, a  continuidade da luta contra o plágio, bem como melhores condições sociais e remuneratórias. 

*********************************

MATEUS ESTEITA

REPRESENTANTE

O estudante angolano Mateus Esteita, participou em Abril no encontro anual com o Presidente da República de Baskortostan.

“Conversa com o Presidente de Bascortostão”, é um programa anual de constatação dos problemas sócio-económicos e políticos da região e é transmitido em directo pelas cadeias televisivas locais e russas.

*********************************

EDNARA FILIPE

LIVRO 

Ednara Filipe, estudante de Direito na Universidade Gregório Semedo, apresentou à sua primeira obra literária intitulada “ Eu sou desta geração”, nos finais de Maio, o Hotel Skina em Luanda.

Com esta obra, a jovem de 25 anos e natural da Huíla , pretende transmitir principalmente para as gerações , as suas vivencias enquanto mulher e filha, tentando demonstrar que a vida é simultaneamente , cruel e fácil, na maioria dos casos o amor , a religião e a família, enaltecendo pelo título o que ela chama de nova Angola

*********************************

NOITE E DIA ENERGIA

A kudurista Noite e Dia tem arrebatado todas as atenções dos aficcionados deste estilo musical angolano de raiz. Esta fase fantástica da  sua trajectória deve-se não apenas à rítmica explosiva das suas músicas, mas sobretudo à sensualidade imprimida na dança das suas poderosas bailarinas e mesmo por si.

Noite e Dia tem arrasado em todos os palcos que pisa, levando uma mensagem clara às suas concorrentes: ela é a rainha do Kuduro e o seu reinado ainda está para durar.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital