FIGURAS DE CÁ

 
2 de outubro 2016 - às 05:14

Figuras de Cá - Edição º 177

 

JOÃO LOURENÇO

SUCESSOR?

Sectores fortes da Sociedade acreditam que com a eleição de João Lourenço para a vice presidencia do MPLA, o Partido dos Camaradas poderá ter encontrado o sucessor de Eduardo dos Santos quando esse, em 2018, cumprir a palavra de se retirar da política activa. Para isso acredita-se que um passo significativo será a indicação de João Lourenço para segundo homem da lista do MPLA ao pleito eleitoral, sabendo-se que Eduardo dos Santos será o primeiro da lista e na hipótese mais do que provável dos Camaradas vencerem o pleito eleitoral, o número dois da lista ter muitas hipóteses de ascender à cadeira máxima da República por empurrão.

 

ARMANDO MANUEL

SEM GLÓRIA

Armando Manuel, exonerado recentemente de Ministro das Financas, um cargo que ocupou pouco mais de três anos, parte sem deixar saudades. E não deixa saudades porque precisamente não soube fazer leituras políticas sobre a responsabilidade do seu cargo onde, para além dos grandes atributos técnicos que se julga possuir não soube fazer leitura da conjuntura do País. Resultado: fracassou e, para já, pode ter sido uma porta, a do governo, que se fechou, pelo menos temporariamente.

 

YOLA SEMEDO

ESPLENDIDA

Está na hora da cantora Yola Semedo apostar sem receios numa carreira profissional Internacional com mais fulgor. Capacidade e talento ela tem e demais, e a última prova deu Yola Semedo no espectáculo ao vivo que animou num dos restaurantes de Luanda.Ela foi, sem margens para dúvidas, cinco estrelas a cantar e a seleccionar todos aqueles que o acompanharam no show.

 

BOAVENTURA CARDOSO 

LUGAR CERTO!

A eleição de Boaventura Cardoso para Presidente do Conselho de Administração da Academia de Letras de Angola é algo que se pode afirmar com propriedade, a pessoa certa para o lugar ideal. Escritor de mãos cheias, Boaventura Cardoso tem todos os ingredientes para cozinhar a afirmação de uma estrutura que há muito  impunha no domínio das letras no nosso País.

 

CARLOS MORAIS

DESAFIO!

É verdade, o jovem gosta de desafios. Carlos Morais, um dos expoentes actuais do basquetebol angolano, assinou recentemente um contrato para jogar nos próximos tempos pelo Benfica de Portugal. Carlos esteve às portas de ingressar no competitivo e interessante basquetebol americano e não satisfeito com esse "fecho de portas" na grande praça basquetebolística mundial, o jovem conseguiu "passaporte" para brilhar num Basquetebol mais competitivo, o da Europa,o que o auguramos êxitos.

 

ANSELMO RALPH

COMPROMISSOS

É um dos músicos angolanos convidados para actuar no estrangeiro mas isso não faz dele um artista ausente dos palcos angolanos. Anselmo Ralph que tem sabido gerir bem a sua carreira de sucesso, tem na forja a apresentação do seu mais recente disco e prometeu ainda para este ano contrair matrimónio religioso com a sua esposa. Sem dúvidas, tempo para tudo e para atender a todos os compromissos.

 

PAULO KASSOMA

TAREFEIRO

O termo não é depreciativo, serve apenas para melhor definir o percurso de Paulo Kassoma, recentemente indicado para Secretário Geral do MPLA. Não se lhe conhecem rasgos de grande intervenção política onde se coloca em evidência a articulação por exemplo de um grande orador mas não se ignora o empenho em cumprir um conjunto de tarefas que a ele sejam acometidas. Isso faz de Kassoma um dirigente cumpridor, custe o que custar, de planos traçados pela direção superior do seu Partido e foi com essa prática que fez carreira no governo, ocupando vários cargos ministeriais até chegar a Primeiro Ministro e depois Presidente do Parlamento. Ontem responsável pela complexa gestão do departamento de quadros do MPLA, Paulo Kassoma é agora o Secretário geral de um Partido que, após o seu congresso, promete uma postura de mais organização, disciplina  e rigor como a maior força política angolana.

 

LUÍSA DAMIÃO

SALTOS

Desde há muito que na política do MPLA não se viam saltos nas suas estruturas de direcção e Luísa Damião rompeu esse distanciamento ao eleger-se membro do Comité Central e consequentemente do Bureau Político dos Camaradas. Luísa, jornalista de profissão, deputada, integra hoje o núcleo duro de direcção da OMA, a organização feminina do Partido dos Camaradas e essa sua indicação para a estrutura central do Partido poderá ser o indício de novos voos que se avizinham para a nóvel jornalista agora emprestada à política.

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital