MODA & BELEZA

 
17 de June 2019 - às 14:56

CONSULTOR DE IMAGEM E ESTILO VERSUS BULLYING

Na composição da aparência há uma mescla de sonhos,  desejos, aspirações e intenções específicas, o que determina o estilo de cada um de nós em correlação com o modo de vida. Hoje as pessoas têm uma vida exigente e repleta de mudanças. Merecem que, em alguns momentos, tudo pare e possam olhar para dentro de si próprias e reflictam sobre a sua importância, sobre o seu bem estar, conforto e auto imagem. 

 

CONSIDERAÇÕES E RECOMENDAÇÕES  DE UM MUNDO FANTÁSTICO, MAS EXIGENTE

Inundadas de tanta informação, tanta pressão e tanto requisito, quantas vezes descuramos o nosso aspecto, relegamos para segundo plano as nossas próprias vontades em detrimento das necessidades dos outros? Ou ficamos confusos com tanta informação e tanta opção?  

Quantas vezes olhamos para uma capa de revista e sonhamos acordar com aquele aspecto, com aquela imagem, com aquela peça de roupa de marca ou acessório cheio de estilo?

Agora imaginem no meio de todos esses aspectos teres o teatro na tua sala de visita projectado pelos que dás crédito no sentido de te ajudarem, ouvir em forma de bullying como deves vestir?!.

Com poucas ideias e sugestões focadas, outras nem tanto, os detectores de moda/Personal stylist  estão bem perdidos   nesta área ainda tão nova aqui em Angola . Em primeiro lugar, é super importante saber o que é ser um personal stylist. Muita gente quer “trabalhar com moda” e se volta para esta área específica dentro deste enorme universo, sem saber do que se trata, porque “não precisa saber desenhar” ou porque simplesmente gosta de roupas, de tendências e de vestir amigos.

A assessoria de imagem é um processo contínuo de acompanhamento aos clientes, no sentido de proporcionar uma mudança positiva e assim alcançar a imagem ideal e que mais se identifica com cada pessoa, consoante o seu dia-a-dia, as suas experiências e o tipo de profissão.

Deve ser feita uma avaliação a nível psicológico, de forma a percebermos quem é o nosso cliente, o que pretende mudar, porque é que quer mudar, onde quer chegar e porquê. É super importante ter em atenção as motivações, valências, ambições e preocupações de cada cliente, de forma a criar um empatia que possibilite uma análise mais fluída e adequada ao guarda-roupa actual e, mais importante ainda, ao desejado. A nossa consultora pretende avaliar e orientar os nossos clientes na formação de uma imagem pessoal e profissional adequada a cada realidade, aumentando consideravelmente os níveis de autoconfiança, segurança, autonomia, auto estima e as relações humanas, sejam elas pessoais ou profissionais.

A consultora/o de imagem trabalha muito mais com o ser humano do que com a moda em si. Nosso objectivo é traduzir a personalidade, os objetivos e o universo de uma pessoa para sua imagem pessoal, processo realizado através de muito estudo, técnicas de análises teóricas e visuais, conversas e muita observação, até que o cliente se sinta confortável com a mensagem que projecta para o mundo.

Lidamos, sim, com roupas, mas a imagem é muito mais do que isso: envolve etiqueta, comportamento, linguagem, auto-estima e por aí vai...

Como em qualquer área profissional é necessário ter uma boa formação. Frequentar bons cursos é obviamente importante. Mas complementá-los, especialmente com muita leitura e prática é indispensável.

Por lidarmos com um assunto tão sério como a imagem de uma pessoa, é preciso estudar e praticar muito antes de “colocar a mão na massa”. Só gostar de roupas e ter bom gosto não é suficiente.Afinal, o bom gosto é totalmente relativo e o maior desafio do personal stylist é justamente se desprender de seu gosto pessoal e entrar no universo do cliente, procurando entender de onde ele vem e para onde ele vai, como se enxerga, suas inseguranças e objectivos. E, para isso dar certo, é preciso ter uma base técnica bem desenvolvida.

Antes de tudo, cuide da sua imagem! Será que você passa uma imagem de consultora/o de imagem? Será que você tem autoridade, conhecimento e informação suficiente e demonstra isso através de sua imagem pessoal? Como será que as pessoas a vêem? Elas já a enxergam como alguém que poderia lhe guiar neste sentido?

É muito importante avaliar a sua imagem e sua postura antes de começar a trabalhar como consultor(a). Afinal, de nada adianta você querer passar o conhecimento para outro,se você mesma não o aplica .

Aproveite para usar na prática o que aprendeu nos cursos que fez e nos livros que já leu em si mesma; testar o que funciona para você e o que não funciona; fazer exercícios em seu armário e assim por adiante... Se puder, faça uma consultoria com outra consultora mais experiente para ver como é ser o cliente, entender como funcionam os processos e aprender com outros pontos de vista. Que tal?

Ética na profissão - Já existem outras pessoas nesta área com mais experiência e mercado que você, ou seja: lembre-se sempre de respeitá-las e de buscar aliados, nunca inimigos.

Se quiser fazer uma pesquisa de preços, prefira ser sincera: está começando, precisa de ajuda? Todos já passaram por isso. Seja humilde e verdadeira, que pessoas com certeza lhe respeitarão muito mais e lhe ajudarão.

E não se preocupe: cada consultor tem uma personalidade, formação, preços e um estilo diferente, ou seja: existem clientes para todos. Uns irão se identificar mais com você, outros com outros. Acostume-se a receber "nãos", a perder para a concorrência e não se culpe, pois é assim mesmo. Concorrência é saudável, faz parte do capitalismo e nos incentiva a ser sempre melhores, a nunca nos acomodarmos.

Não existe ainda uma universidade de Consultoria de Imagem. Portanto, o profissional que deseja começar nesta área deve ir atrás de cursos específicos, tanto focados para consultoria quanto dentro do universo da moda, psicologia, linguagem não-verbal, marketing pessoal e afins.

Recomendo: Istituto Marangoni – Londres, Paris ou Milão (image consulting, fashion styling, fashion marketing e outros) ;Central Saint Martins – Londres (personal styling, fashion business, fashion marketing, cool hunting e outros);Parsons School of Fashion – Nova Iorque (fashion history, fashion trends, consumer behavior e outros) – Está entre as tops dos Estados Unidos.

Recomendo ainda...Fashion Institute of Technology – Nova Iorque (image consultant, color analysis, personal shopping e outros);Senac São Paulo (análise de cores, consultoria de imagem, etiqueta social, marketing pessoal, história de moda e outros; Blossom Image Consulting Lisboa (consultoria de imagem e estilo,workshop e outros ).

Agora, a completar é necessário o uso correcto da terminologia da moda para melhor auxiliar a quem está prestar serviços de styling e imagem. E com base nas técnicas de coaching, propor e dar a conhecer a morfologia de cada pessoa, a sua tendência cromática (tom de pele, cabelo e olhos), bem como  mostrar o conjunto de peças básicas a ter no guarda-roupa e ensinar a fazer as conjugações certas. 

Vale observar que a palavra estilo  mantém uma conotação colectiva, muito embora se está a consolidar na esfera privada . É o estilo privado  que tem estado a ganhar mais força desde os anos 90, atropelando tendências de lançamento de companhias de marketing e mostrando desta forma o mecanismo da moda.

E por fim, nunca fale mal de outros profissionais, de  pessoas alheias e muito menos dos seus clientes.

*com "Dress Project, StyleWriter" 

 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital