LEITORES

 
25 de junho 2019 - às 07:22

CENÁRIO DE "GUERRA" NO MAR NEGRO RUSSOS SERVEM-SE DA OTAN PARA TREINAR EM CONDIÇÕES REAIS

Desde o dia 8 de Abril, o 4º Exército do Ar e a Defesa Antiaérea, assim como a Frota Naval russa do Mar Negro, realizaram manobras de cooperação no quadro do plano de controle já estabelecido. Aviões de assalto Su-25SM, 20 bombardeiros tácticos Su-34 e Su-24 e aviões Su-30 simularam o avanço da defesa antiaérea e o ataque contra navios cruzando a fronteira russa. O cenário envolvia a destruição de dois navios de guerra inimigos, de um destroyer e de uma fragata. As características dos navios escolhidos correspondiam às da composição do grupo naval da OTAN que participa no «Escudo do Mar 2019».

 

Deve ver-se nisto uma forma de humor ou um desprezo pelo perigo? O Exército russo acaba de utilizar as manobras da OTAN «Escudo do Mar 2019» no Mar Negro para realizar o seu próprio treino em situação realista. Funcionários ucranianos declararam que a sua marinha de guerra, assim como um grupo de navios da OTAN, preparavam-se para atravessar o Estreito de Kerch sem a aprovação da Rússia. Com esta manha, os Ucranianos pensam que vão enrolar a Rússia.

Ao mesmo tempo, grandes exercícios de forças navais da OTAN chamados «Escudo do Mar 2019» recentemente tiveram  lugar no Mar Negro. Os Estados membros da OTAN puseram em prática procedimentos de combate contra os submarinos, os navios de superfície e aeronaves adaptados à região. O seu cenário simula uma operação de resposta a uma crise no quadro de uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU).

Quatorze navios de guerra romenos, os caças Mig 21 e F-16 romenos, o contra-torpedeiro (destroyer) neerlandês Evertsen, a fragata canadiana Toronto, a fragata espanhola Santa Maria, a fragata turca Gelibolu e o navio auxiliar francês Var participaram nestas manobras.

Desde o dia 8 de Abril, o 4º Exército do Ar e a Defesa Antiaérea, assim como a Frota Naval russa do Mar Negro, realizaram manobras de cooperação no quadro do plano de controle já estabelecido. Aviões de assalto Su-25SM, 20 bombardeiros tácticos Su-34 e Su-24 e aviões Su-30 simularam o avanço da defesa antiaérea e o ataque contra navios cruzando a fronteira russa. O cenário envolvia a destruição de dois navios de guerra inimigos, de um destroyer e de uma fragata. As características dos navios escolhidos correspondiam às da composição do grupo naval da OTAN que participa no «Escudo do Mar 2019».

Os navios de guerra russos efectuaram missões para defender a infra-estrutura costeira da Península da Crimeia, assim como para se oporem aos grupos navais inimigos.

Ainda no quadro da verificação de capacidades de combate, quatro caças Su-27SM do 38º Regimento Aéreo em Belbek, na Crimeia, escoltaram dois bombardeiros estratégicos Tu-160 que evoluíram no espaço aéreo do mar Negro. Estes aviões T-160 fazem parte da 22ª Divisão de bombardeamento aéreo da Base Aérea de Engels. Os Su-27SM treinaram a interceptar alvos aéreos em várias direcções de ataque. Os bombardeiros Tu-22M3 de longo alcance foram usados nestes exercícios, até ao momento.

A verificação do nível de preparação das forças militares russas foi realizado no meio dos exercícios «Escudo do Mar 2019», que providenciaram às forças russas a possibilidade de realizar missões de treino em condições próximas a reais condições de combate. O exercício das forças militares russas é uma mensagem clara enviada às forças da OTAN a fim de as manter longe das águas territoriais da Federação da Rússia no Mar Negro e, especialmente, da ponte do Estreito de Kerch.

Valentin Vasilescu! Rede Voltaire

 

TIRADAS DA IMPRENSA

"Sou uma filha da natureza: quero pegar, sentir, tocar, ser. E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério. Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo".

Clarice Lispector

....................................................

"Desculpa, mas não entendo. Eu quero tudo e mais ainda. Amor tem que encher o coração, a casa, a alma. Pouco ou metades nunca me completaram".

Idem

....................................................

"O mundo é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar"

Carlos Drummond de Andrade

....................................................

"A minha vontade é forte, porém minha disposição de obedecer-lhe é fraca. 

(...) Os homens distinguem-se pelo que fazem; as mulheres, pelo que levam os homens a fazer".

Carlos Drummond de Andrade

 

BOCAS SOLTAS

Um aumento do índice do  desemprego calculado na ordem  dos 10% preocupa qualquer governo que se preze em defender um Estado social justo e equilibrado. O desemprego no nosso país é uma doença crónica, contra a qual o Executivo deve  ter  políticas estratégicas  mais eficazes, principalmente numa altura em que a crise económica teima em atingir exactamente aqueles nichos populacionais que mesmo em período menos maus vivem mal. O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) fez um Inquérito de Despesas, Receitas e Emprego em Angola (IDREA), e chegou à triste conclusão que  por cada 100 jovens com idades entre os 15 e os 24 anos, 52 estavam no desemprego em 2018 - ao todo, 2,1 milhões de pessoas. O INE diz também no seu relatório divulgado recentemente no país, entre Março de 2018 e Fevereiro de 2019, 60% dos jovens com idades entre os 18 e 19 anos estavam desempregados. As consequências são aquelas que os cidadãos mais temem: aumento dos índices de criminalidade, prostituição, emigração e o consumo de drogas. É notório o preocupante estado d'alma da sociedade:

....................................................

 "Se no tempo em que já houve fartura foi o que se viu, agora imaginamos todos um cenário catastrófico para a nossa sociedade, se não se tomarem medidas drásticas para, no mínimo, controlar esta subida exponencial dos índices do desemprego no país. O que estamos a ver no papel é que as intenções do executivo são boas, mas na prática elas não são eficazes. Mas acho que temos de dar um pouco de tempo a este governo que prometeu arranjar quinhentos mil postos de trabalho".

....................................................

"Os nossos políticos têm de levar a sério o que prometem. Se não podem fazer, por que não dizer a verdade? Eles ficam todos empolgados nos períodos eleitorais e prometem  mundos e fundos; depois começam a fugir das suas responsabilidades públicas e a maior parte das vezes escondem-se nas crises económicas  que são cíclicas. Eu me recordo que o nosso país era considerado um dos estados que mais cresceu econOmicamente, mas acho que não soube aproveitar esta fase como devia. Agora estamos a pagar pelo  que os nossos políticos não foram capazes de fazer".

....................................................

"O direito ao emprego, às boas condições de vida, viver com dignidade, enfim ter melhores condições de vida, tudo isto está consagrado na Constituição da República. Ora, se não se cumprir pelo menos um destes direitos, então estamos diante de políticas governamentais falhadas. Não prestam para nada! Se baixarmos o nível de desemprego, que é o que os dirigentes de todos os partidos políticos prometem sempre, teremos um país melhor.Mas eles não sabem disto? Se não conseguem fazer o que prometem, então estes partidos não passam de um embuste".

....................................................

"Lembro-me que nos foram prometidos quinhentos mil empregos até ao ano 2021. Eu acho melhor corrigirem esta meta, para que quando chegarmos a este ano não fiquemos todos frustrados, tal como se  prometeu em outras eleições que poderiam arranjar-nos um milhão de casas sociais. Vimos o que aconteceu... Não se cumpriu e mais uma vez ficámos a olhar para a cara de inocentes dos nossos políticos, sem que possamos fazer coisa nenhuma, que não esperar que uma outra geração tome conta do nosso país" 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital