VIDA SOCIAL

 
29 de agosto 2015 - às 09:46

CADETES DO "GOMES SPENCER" CONFRATERNIZACÃO EM TALATONA

Aquando da fundação da escola, em 8 de Julho de 1976, poucos meses depois da proclamação da independência nacional, o General Xietu era o chefe do Estado Maior Geral das FAPLA, o corpo docente era assegurado por especialistas cubanos e soviéticos até que passou a contar com um grupo de professores angolanos assessorados por militares da extinta União Soviética.

 

Centro de Convenções de Talatona reuniu, no início de Agosto, antigos cadetes da Escola de Oficiais Inter-Armas Comandante Nicolau Gomes Spencer "MuaNdozi", escola de formação então ligada ao exército do MPLA, as extintas FAPLA. Eles constituem uma geração de oficiais das forças armadas angolanas, uns no activo e a desempenharem altos cargos de direcção nas FAA e na Polícia e outros já reformados.

O almoço confraternização foi vivido com emoção e juntou mais de uma centena de convivas que participaram no total de 11 cursos de cadetes leccionados na MuaNdozi. Testemunharam o acto de confraternização os na altura comandantes e posteriormente generais das FAA, os deputados João Luís Neto, Xietu, Roberto Leal Monteiro Ngongo e o Tenente General Jota, actualmente embaixador de Angola na Sérvia.

Aquando da fundação da escola, em 8 de Julho de 1976, poucos meses depois da proclamação da independência nacional, o General Xietu era o chefe do Estado Maior Geral das FAPLA, o corpo docente era assegurado por especialistas cubanos e soviéticos até que passou a contar com um grupo de professores angolanos assessorados por militares da extinta União Soviética.

Foi uma jornada muito divertida com a revelação de pedaços da história vivida por esse punhado de homens que deu o seu contributo pela liberdade de Angola. Foi lançado, na oportunidade, um repto para se compilarem em livro as experiências vividas nas casernas do MuaNdozi. Ficou decidido que o próximo encontro deverá ter lugar no Huambo, precisamente nas instalações da escola, numa altura em que estejam lá cadetes  para partilha de experiências e conhecimentos. De recordar que está legalmente constituida a Associação MuaNdozi, com estatutos publicados em Diário da República desde 2011, como recordou o empresário Monteiro Kapunga, um dos mentores da iniciativa. 

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital