LEITORES

 
23 de maio 2018 - às 08:33

ATENÇÃO À EMIGRAÇÃO DE SONHO...

Não me estranhará o facto de algum dia ver ventilado nos noticiários da nossa imprensa escrita ou áudio-visual pouco activa em  termos de investigação, alguns casos de completa frustração de alguns jovens que deixaram o país pelas mãos destes especialistas.

 

Não são raras as notícias que dão conta de que um pouco por todo o lado da África mais pobre ocorre o chamado tráfico de seres humanos; uma espécie de escravatura dos tempos modernos, em que centenas de jovens pujantes são "requisitados" para fazerem uma viagem em direcção ao "novo mundo", onde supostamente ê-lhes prometido  emprego fácil, hospedagem de sonho e um salário de nobre.

São estórias contadas que atiram para a emigração milhares de jovens africanos com formação académica razoável e até bem capazes de num ano de sorte grande cairem na alçada de um bom empregador europeu carregado de  boas intenções. Há muitos anos que este fenómeno "migratório" para a Europa tem lugar privilegiado principalmente em países francófonos, tais como na Cotê D'Ivoire, Senegal, Burkina Faso ou mesmo na nossa vizinha República Democrática do Congo, onde jovens  com idade precoce são levados por excepcionais "olheiros" para tentarem a sorte no mundo do futebol.

Não me estranhará o facto de algum dia ver ventilado nos noticiários da nossa imprensa escrita ou áudio-visual pouco activa em  termos de investigação, alguns casos de completa frustração de alguns jovens que deixaram o país pelas mãos destes especialistas.

O caso é muito sério, pois quer na Bélgica como na França ou mesmo na Rússia já se detectaram casos de imigrantes transportados do continente africano , com o objectivo de serem "formados" em academias para que futuramente ingressem em clubes locais, sem as tais contrapartidas de sonho.

Por exemplo, muito recentemente uma reportagem interessante da  Deutch Welle revela que muitos impostores que se fazem passar por agentes desportivos, encontram-se com as famílias e prometem que o filho tem um contrato à espera na Europa. "Os pais fazem o impossível para arranjar dinheiro para o filho realizar o sonho que foi transmitido pelo agente", conta uma fonte, acrescentando que para tornar o esquema ainda mais credível, alguns "agentes" incluem parceiros europeus na equação. "Estes tratam do passaporte e de todos os documentos necessários para a viagem. Algumas famílias chegam a pagar €10.000 por este serviço", disse. O triste destas estórias é que os jovens que rumam para a Europa com muitas expectativas,  acabam por ser deixados no hotel, afirma-se.

Com esta carta, apenas pretendo alertar à sociedade angolana para que fique atenta a estes episódios tristes que  são cada vez mais frequentes em países onde a juventude tem poucas opções de escolha se se comparar às condições de vida encontradas na Europa. Por isso, há que se prestar muita atenção às promessas que alguns imigrantes africanos fazem, pois geralmente são bem apresentados e com cartas credenciais (falsas) de "agentes" ou "empresários" desportivos de nomeada.

Augusto Sousa W. Tibério

Luena/Moxico

 

BOCAS SOLTAS

Uma vaga de manifestações populares de contestação parece estar a instalar-se em algumas localidades do país. Muito recentemente, Malanje foi notícia porque  dezenas de populares fizeram ouvir a sua voz para contestarem a  governação de Norberto dos Santos, a quem exigiram que se demita do cargo "devido às práticas de nepotismo e incompetência", conforme relatam alguns populares.Entretanto, notícias oficiais deram conta que o móbil da manifestação não foi o que foi amplamente ventilado pelas redes sociais, mas , sim, a decisão do governo provincial proibir  os mototaxistas de circularem no centro da cidade, por causa do elevado número de acidentes provocado por estes.

Alguns malanjinos, sob anonimato, não "alinharam" neste diapasão, como a seguir constatamos:

....................................................

" Acho que a manifestação teve alguma razão de ser, uma vez que, à semelhança de outras capitais provinciais do país, a cidade de Malanje também depara-se com muitas dificuldades de saneamento básico, falta de energia eléctrica e água potável. Não se pode esconder tais dificuldades vividas pelas populações e,tal como acontece noutras partes do mundo, é normal que as pessoas se manifestem contra uma governação que não consiga resolver os problemas básicos locais".

....................................................

"Penso que a manifestação na nossa cidade  não devia ser novidade para ninguém.A  gestão administrativa  débil que se apresenta  provoca uma frustração generalizada aos munícipes.A maior parte continua no silêncio, prefere não manifestar-se publicamente e em massa, mas mais cedo do que se possa imaginar um ou outro acto pode registar-se de novo.Só espero que não se prime pela violência".

....................................................

"Sou contra a violência de qualquer espécie !Por isso, tal como o governo, deplorei tal manifestação levada a cabo pelos "kupapatas" de Malanje ou de outra província. Não é assim que se revolve os seus problemas, partindo para a violência verbal ou de outro tipo".

....................................................

"Acredito que, com este aviso de alguns populares, todos os integrantes do governo provincial de Malanje vão poder repensar nas estratégias de gestão dos problemas dos mototaxistas.A hora é de cobranças e de fiscalização dos actos administrativos de quem detém o poder de tomar decisões para acabar com o grave nível de desemprego registado aqui também".

....................................................

"Há que tomar muito cuidado com estes movimentos contestatários, para que as manifestações, por mais pequenas que ainda sejam, não tomem proporções maiores, principalmente nas capitais provinciais.Para que isto não aconteça, o governo central tem de fazer uma varredura séria nos  quadros que gerem as administrações locais a todos os níveis". 

 

TIRADAS DA IMPRENSA

“Eu não sou apenas um pacifista, mas um pacifista militante. Estou disposto a lutar pela paz. Nada vai acabar com a guerra a menos que as pessoas se recusem a ir para a guerra.”

– Albert Einstein

*********************************

“Quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser pôr à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.”

– Abraham Lincoln

*********************************

“Asseguro que vida sem religião é vida sem princípio, e que uma vida sem princípio é como um navio sem leme.”

– Mahatma Gandhi

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital