Reportagem

 
28/12/2012 09:17:26

"Para que serve a chuva, afinal"?

Em Março de 2009, quando pisei o solo angolano pela primeira vez, estava um calor insuportável. Um sol magnífico e muita poeira no ar. O Aeoroporto 4 de Fevereiro, Luanda, estava em obras. O que recebia os passageiros era uma espécie de tenda de campanha horrivelmente quente e sem condições.

12/12/2012 20:35:39

Enganaram em Angola e já tentam outras aventuras criminosas

A história dos empresários desonestos do grupo Build não pára. A reportagem de F&N conseguiu rastrear onde foram parar os bens dos empresários no Brasil e teve a informação que parte da cúpula já está em Moçambique - o próximo alvo- para mapear e fingir que vão "construir", como fizeram em Angola, obter o dinheiro dos compradores e nada entregarem. A história de burla começou no Brasil, estacionou em Angola, prepararam terreno para S. Tomé e Príncipe e agora arquitecta-se a "invasão" ao mercado moçambicano. Dado curioso: a penetração vigarista fala português e incide a sua acção nos palops. Eles amealharam fortuna a construir embustes. Acompanhe a história

12/12/2012 20:31:04

Angolanos residentes no Brasil

Até à independência do Brasil, 100% das exportações de Angola era para aquele país sul-americano.  A maior parte eram escravos, mas também havia outros produtos, como o marfim e até cera de abelha 

12/12/2012 20:28:30

A febre das tatuagens

A moda se generalizou e tornou-se um fenómeno mundial, o das tatuagens no corpo. Não se pensou imediatamente nas consequências. 

Agora que todo mundo já tem a tatuagem, começou a hora  de se pensar e com isso a corrida aos dermatologistas para se livrar dela. Diz quem já passou por esse processo, de pôr para depois tirar, que é doloroso, demorado, caro e o sucesso é parcial

12/12/2012 20:26:08

Ensino universitário em Angola: Moda ou necessidade?

“A universidade é um alicerce fundamental para a formação e os governos dos países em desenvolvimento não podem deixar de lhe prestar a devida atenção. Porém, a mesma só poderá vir a alcançar a qualidade mínima que se pretende, se o ensino obrigatório for merecedor da atenção necessária por parte dos estados”. 

10/12/2012 20:25:19

Angolanos na Diáspora: Regressar ou não?

Já Bonga cantou... Mariquinha vem comigo para Angola. E foi com uma lágrima no canto do olho que muitos angolanos se viram forçados a deixar a sua terra natal por causa da guerra por causa da falta de condições, ou simplesmente por causa da família que também partira.

1 2 3 4

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital