Reportagem

 
06/04/2017 15:50:56

COOPERATIVISMO E CRÉDITO – A EXPERIÊNCIA DA CAIXA COMUNITÁRIA DA COOPERATIVA ESIVAYO

A Diversificação. Têm sido anunciados vários planos e há muito quem repita até (quase) à exaustão o termo “diversificação”. Parece óbvio que para uma das mais concentradas economias do continente, e até do mundo, muito precisa de diversificação. Mas como diversificar?

06/03/2017 12:08:30

OBRA DESALOJOU CENTENAS DE MUNÍCIPES 2017, O ANO DA LOTA PARA O PESCADO

Município da Baía Farta, com o registo de seiscentas toneladas de peixe congelado por dia, prepara-se para receber um centro moderno de venda. Está a ser erguido debaixo da choradeira de famílias que foram desalojadas de um bairro que albergou uma fábrica de conserva  

06/03/2017 12:06:06

A PERSPECTIVA DE NOVOS INQUILINOS NO NEGÓCIO DO LIXO BEM-VINDOS AO MUNDO DA DÍVIDA

Operadoras de recolha de resíduos viram o Governo de Benguela mandar para a dívida pública 90% dos atrasados. Viram-se forçadas a despedir mais de mil trabalhadores, naquela que foi a mais visível de todas as ‘’ginásticas’’ impostas pela crise, mas nem por isso ficam à margem do concurso público para novos contratos. Figuras e Negócios fala das consequências dos atrasados, um assunto que merece atenção do FMI, e da famosa taxa do lixo

01/02/2017 18:37:25

PAÍS SEM MATÉRIA-PRIMA PARA PRODUZIR FARINHA OS ADVERSÁRIOS DE UMA CERANGOLA DE CARA LAVADA

Falta de trigo apontada como um dos vários factores que determinam a hegemonia estrangeira na importação de farinha. Mais de uma década após a paralisação, com acesos debates sobre o preço do pão pelo meio, Benguela vê regressar a fábrica de farinha agora sem 50 toneladas/dia em relação à produção anterior. Haverá espaço para o farelo, um bem para a pecuária e as cervejeiras, com a previsão fixada em 30 toneladas diárias

26/12/2016 07:47:28

USD 1 BILHÃO E 250 MILHÕES «PERDIDOS» NO CORREDOR DO LOBITO

A empresa ferroviária, que acaba de celebrar 15 anos do fim do contrato de exploração portuguesa, ainda não alimenta o Porto construído para escoar a produção mineral de dois países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral. Atentos ao impasse, camionistas de Benguela, falidos por falta de incentivos, podem fazer-se à estrada para cobrir o vazio 

01/12/2016 19:20:21

FIM DE TEMPESTADE SEM BONANÇA DRAMA SOCIAL OFUSCA SONHO METROPOLITANO

 O roncar de máquinas que preparam a terra para iniciativas de "outro mundo" parece incomodar as mais de duas mil pessoas que sofrem na área dos Cabrais, província de Benguela. 

Fala-se do luxo de um Mónaco (França), uma linda cidade construída sobre relevos, enquanto milhares de compatriotas pernoitam em tendas rasgadas, sem condições de sobrevivência. 

Com a ajuda de activistas, a revista Figuras & Negócios faz o retrato do contraste, sem nunca perder de vista vantagens para o relançamento da economia da província de Benguela    

05/11/2016 12:34:48

BENGUELA PAIXÃO IMOBILIÁRIA TRAÍDA PELA CRISE

Projecto traçado entre 2008 e 2009, com Dumilde Rangel, antigo governador, a funcionar como cérebro, pretende valorizar o potencial paisagístico do mar numa zona que deverá albergar 20 mil habitantes. 

Aberto a investidores estrangeiros, ainda que a legislação seja vista como entrave, encontra na escassez de recursos o inimigo do momento. 

As habitações, incluindo edifícios com até seis andares, a área comercial e os campos de golfe precisam de vias rodoviárias, água, electricidade e redes técnicas 

02/10/2016 05:33:37

VALE DO CAVACO NA CORRIDA AO INVESTIMENTO

Inúmeras vezes engavetada por falta de recursos financeiros, a electrificação do vale que um dia forneceu banana à Europa seria como que o complemento da estratégia que permitiu solucionar parcialmente  o problema de água. 

Após a reabilitação dos acessos, naquela que foi a cruzada contra a poeira que invadia campos de cultivo, fazendeiros olham para a energia como um incentivo à produção, ainda que menos visível ao lado do crédito. 

O Cavaco, com cerca de seis mil hectares nos seus momentos mais altos, foi dilacerado em consequência do avanço do betão, à semelhança do perímetro da Catumbela 

02/09/2016 07:04:36

O APELO À PRODUÇÃO INTERNA: EXPORTAR SEM ESQUECER O COMPROMISSO NACIONAL

Benguela, com vestígios de uma indústria que chegou a exportar conserva para os Estados Unidos da América mesmo depois da Independência, quando ainda se fabricavam embarcações, emite sinais de que o regresso aos altos voos não deve distrair a luta pela marca nacional. 

Especialistas lembram que o país não soube tirar proveito do chamado "quinquénio de ouro", altura em que deveria ter ido a fundo no processo de diversificação da economia, uma vez que o petróleo suplantava as expectativas. Aliás, o Presidente da República fez questão de admitir, no fecho de 2015, que Angola tinha a obrigação de fazer mais pela diversificação, mormente no capítulo da produção interna 

28/07/2016 08:05:18

CEM MIL TONELADAS NO INÍCIO DA CORRIDA PRODUÇÃO DE SAL PRESSIONA CFB

Chamume, comuna situada a dezassete quilómetros da vila piscatória da Baía Farta, recebeu um empreendimento que deverá contribuir para uma produção anual a roçar as necessidades do mercado angolano. As salinas Calombo, agora com laboratórios, central de cargas, transportadores e sala de formação, numa extensão de 300 hectares, têm no caminho-de-ferro o veículo para o escoamento do sal produzido 

28/06/2016 07:41:06

BIOCOM - COMPANHIA DE BIOENERGIA DE ANGOLA O AÇUCAR JÁ À MESA!

A Biocom representa o maior investimento privado de Angola, fora do sector petrolífero, e um importante activo de desenvolvimento nacional. O processo industrial e agrícola da empresa utiliza tecnologia altamente moderna e de ponta.

02/05/2016 07:18:30

MERCADO IMOBILIÁRIO “ARREFECIDO”

Nos tempos mais áureos da “bolha imobiliária” foram feitos negócios milionários. Proprietários chegavam a alugar casas por 15.000 dólares mês e vivendas de luxo, em ares nobres, chegaram a ser alugadas por 30.000 dólares mês. Tudo pago em cash e até um ano adiantado. Com a crise económica no País o mercado arrefeceu e abundam nas ruas anúncios de aluguer e venda de imóveis. É o fim do “eldorado”o angolano

28/02/2016 13:58:09

JOVENS ESTUDANTES FORA DO PAÍS: DIFICULDADES DE ADAPTAÇÃO ÀS NOVAS REALIDADES

O Psiquiatra brasileiro Roberto Shinyashiki ensina-nos que “nesta vida temos três professores importantes: o Momento Feliz, o Momento Triste e o Momento difícil. O Momento Feliz mostra o que não precisamos mudar. O Momento Triste mostra o que precisamos mudar. O Momento Difícil mostra o que somos capazes de superar.”

30/01/2016 16:42:47

CAMINHAR, CAMINHANDO GEOGRAFIAS DA DIVERSIDADE...

Somos dos que entendemos que não existe aprendizagem – em qualquer que seja o domínio do conhecimento – sem que essas aprendizagens sejam significativas, que sejam capazes de fornecer aquilo que eu chamo os “genes da mudança”, e sejam portadoras de “ferramentas de construção” que nos obriguem a continuar a aprender

29/10/2015 19:19:54

NATURALIZAÇÕES COM SUCESSO: Atletas assumem uma nova nacionalidade

Nem todos os casos de atletas estrangeiros que tomam a decisão de assumir a naturalização e passar a representar a selecção portuguesa correm mal, como vimos há umas semanas atrás

1 2 3 4

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital