Política

 
30/10/2013 09:00:17

P.R. anunciou possibilidade da não-continuidade da Parceria Estratégica entre Angola e Portugal

O Chefe de Estado angolano esteve no centro da actualidade noticiosa internacional, nomeadamente em Portugal, na sequência do discurso proferido na Assembleia Nacional, aquando da cerimónia de abertura do novo ano legislativo, onde reiterou que no plano bilateral, Angola tem relações estáveis com quase todos os países do mundo. Todavia, realçou que neste contexto, com Portugal "As coisas não estão bem"

30/10/2013 08:58:17

P.R. DEFENDE CRIAÇÃO DE GRUPOS ECONÓMICOS FORTES

O Presidente da República de Angola defendeu que  o cidadão estrangeiro pode criar empresas de direito angolano e integrar-se na economia nacional, destacando ao mesmo tempo que qualquer cidadão nacional pode ter acesso à propriedade privada e desenvolver actividades económicas como empresário, sócio ou accionista e criar riqueza pessoal e património. “A nossa lei não descrimina ninguém” acentuou

30/10/2013 08:57:20

Na perspectiva do Chefe de Estado... COMBATE À POBREZA PROSSEGUE COM SUCESSO

O Governo  angolano pretende alcançar durante este ano percentagens de redução da pobreza abaixo dos 35 por cento, contra os 65,6 por cento de 2002, com a implementação, de entre outras acções, do subprograma 'Ajuda para o Trabalho' e o acesso a produtos básicos essenciais subvencionados pelo Estado, que beneficiarão, numa primeira fase, 200 mil famílias em 80 municípios

30/10/2013 08:56:27

P.R. falou sobre o Estado da Nação MÁ GESTÃO DA DÍVIDA PÚBLICA PROVOCOU QUEDA DE MINISTROS

O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, considerou que embora no momento actual não seja fácil compreender todas as soluções achadas pelo Governo neste período de transição para o Estado social e a economia de mercado, “a situação do país é estável e a paz está a consolidar-se”. “Os angolanos estão a trabalhar seriamente para recuperar o tempo perdido durante a guerra, vencer as dificuldades e melhorar as condições em que vivem”, disse  Dos Santos, ao fazer o discurso sobre o Estado da Nação durante a cerimónia  de abertura da II sessão legislativa da III legislatura da Assembleia Nacional, revelando, por outro lado, que a má gestão da dívida do Estado para com as empresas privadas levou à redução ou paralisação da actividade de muitas delas e a uma certa estagnação económica; “situação que levou à alteração da direcção dos ministérios das Finanças e da Construção”, sublinhou

05/10/2013 09:59:27

Bancada parlamentar dividida UNITA ACANTONA MUZEMBA

05/10/2013 09:58:57

REFORMA EDUCATIVA PARA MELHORAR QUALIDADE DO ENSINO

A Fundação Eduardo dos Santos (FESA) destacou em Luanda, o empenho do Executivo no cumprimento dos Objectivos do Milénio na vertente educativa, representado na execução do Programa Nacional de Educação para todos.

02/08/2013 18:39:48

KASSOMA LONGE DA POLÍTICA ACTIVA

02/07/2013 17:46:30

QUEM DOS CINCO TIRA UM?

O mote foi dado pelo Presidente Eduardo dos Santos só não foi anunciada a data. Vai ter de se escolher no seio do MPLA o sucessor do actual Presidente e que se apresentará posteriormente como candidato à Presidente da República.

02/07/2013 17:44:00

CARTAS POR BARALHAR NA SUCESSÃO DE EDUARDO DOS SANTOS

Na sua recente entrevista à SIC, o Presidente da República de Angola atribuiu primazia ao partido MPLA- na escolha do candidato à sua sucessão no próximo mandato. José Eduardo dos Santos acaba, assim, por encetar uma “fuga em frente”

07/06/2013 10:19:05

ANGOLA TEM NOVO MINISTRO DAS FINANÇAS

07/06/2013 09:51:58

SAMAKUVA E CHIVUKUVUKU QUEREM CONQUISTAR O PODER EM 2017

Isaías Samakuva, Presidente da Unita e Abel Chivukuvuku, da CASA-CE acreditam que em 2017, nas próximas eleições presidenciais, podem conquistar o poder. Eles aproveitaram uma digressão que efectuaram à Europa e aos EUA para manifestarem essa intenção. O local escolhido para esses pronunciamentos foi Portugal, onde Isaías Samakuva, em entrevista a um canal televisivo disse que não tem confiança no sistema judicial angolano, porque o poder esta todo centralizado no Presidente Eduardo dos Santos. Reafirmou mesmo que os angolanos neste momento não acreditam na democracia que têm, porque é de fachada, o que leva os cidadãos a não acreditarem nas suas instituições.

1 2 3

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital