País

 
31/07/2014 09:51:18

“NOVAS CENTRALIDADES” O QUE FALHA?

02/07/2014 19:34:44

PLANEAMENTO REGIONAL E ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO ENTRE TENDÊNCIAS E VOLUNTARISMOS LINHAS DE FORÇA

02/07/2014 19:32:27

FAZER FALAR OS NÚMEROS!

Tão ou mais importante do que realizar um censo populacional, é a capacidade de “dar vida aos números fazendo-os falar”, interpretando de forma quantitativa mas principalmente qualitativa o seu significado

31/05/2014 15:28:14

PRIMEIRO CENSO GERAL DA POPULAÇÃO GOVERNO ARRISCOU SOFREU E GANHOU

Quando em Março de 2013, o coordenador do Gabinete Central do Censo, Camilo Ceita,  considerou estarem reunidas todas as condições técnicas e logísticas para início do censo piloto, tinha garantias absolutas de que  podia verdadeiramente arrancar a 16 de Maio de 2014.Para o efeito, o Estado angolano  concedeu 200 milhões de dólares. A um aparato governamental, que reuniu vários ministérios, designadamente do Plano e Desenvolvimento Territorial, das Finanças, da Administração, e do Interior,  juntaram-se no terreno, todos os governos provinciais,administrações locais, bem como mais de cinquenta mil homens e mulheres de todas as raças, etnias, cores partidárias e credos religiosos.

30/04/2014 07:34:17

PATRIOTISMO E ORGULHO NACIONAL PRODUZIR ANGOLANO, CONSUMIR ANGOLANO

Já existem empresários angolanos com músculo financeiro para concorrerem em todos os domínios, com as grandes multinacionais. E como são angolanos, é natural que tenham direito de preferência em relação aos estrangeiros.
Os representantes dos grandes interesses financeiros mundiais têm de se habituar a esta realidade. Em Angola ninguém troca matérias-primas estratégicas por espelhos e missangas. Muito menos por elogios enganadoresˮ
“José Eduardo dos Santosˮ

30/04/2014 07:12:46

AS ASSIMETRIAS SOCIAIS E OS MILIONÁRIOS ANGOLA CRESCE DE UM LADO E REBENTA DO OUTRO…

Durante estes curtos mas decisivos doze anos de paz, existe unanimidade em reconhecer-se que ``Angola cresceu``, as condições de vida das populações melhoraram em todos os sentidos.

30/04/2014 07:10:44

"O PÃO QUE O DIABO AMASSOU" OS CAMINHOS ESPINHOSOS DA PAZ

Durante mais de três décadas, Angola suportou o pesado fardo da guerra, com todas as suas terríveis consequências decorrentes.O seu tecido social foi estraçalhado sem dó nem piedade, o solo pátrio foi pisoteado por forças militares estrangeiras, as invasões militares constituíram sinais de retardamento da implementação de políticas seguras de reconciliação nacional, enfim, o país transformou-se num cenário em que os próprios nativos eram considerados como ``eternos deslocados de guerra``.Interessa, pois, fazer-se uma pequena cronologia dos acontecimentos políticos e militares para que se tenha uma ideia generalizada do que se passou para que, finalmente, o país se reencontrasse e abrisse os verdadeiros caminhos da paz, da democracia, da reconciliação nacional e do crescimento económico

30/04/2014 07:09:26

ANGOLA: DOZE ANOS DE PAZ FINALMENTE, ABREM-SE TRILHOS DA CONCÓRDIA E DO CRESCIMENTO!

Doze anos são passados desde que as partes em conflito armado violentíssimo acederam a acabar de uma vez por todas uma guerra que ceifou milhares de vítimas, arrancou dos lares milhões de cidadãos transformando-os em refugiados na sua própria terra

29/03/2014 09:36:04

...E FEZ-SE A MAIOR FESTA POPULAR DOS ANGOLANOS

Mais um capítulo da história da maior manifestação cultural de Angola fechou-se com a realização da trigésima-sexta edição do Carnaval, um evento que ocorreu num clima de paz, muitos ritmos e danças,que , segundo opinião geral, saíram melhor valorizadas durante os quatro dias consecutivos do entrudo em toda a extensão do território nacional.A população fez-se presente em massa, numa realização que,por enquanto, surge ainda sob a cobertura do cheque chorudo do Estado, aguardando-se, pacientemente, que certos sectores da sociedade civil considerada "elitista" se envolva para que, também ela, se reveja na maior riqueza que o país tem;o seu povo, a sua história, a sua cultura. De todo modo, o que interessa mesmo é que o Carnaval das grandes massas populares voltou a sair à rua, fez-se a festa do povo e, por alguns momentos, esqueceram-se as etapas mais difíceis que o país vive

29/03/2014 09:26:20

BELARMINO JELEMBI É DIRECTOR GERAL DA ADRA DEFENDE DIVERSIFICAÇÃO DA ECONOMIA ATRAVÉS DA AGRICULTURA

Belarmino Jelembi é Director Geral da Organização não Governamental Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), há cerca de dois anos. 

29/03/2014 09:24:54

CENSO GERAL DA POPULAÇÃO: Pronto para arrancar

O dia "D" para que uma das maiores empreitadas que o governo angolano lançou para este ano está a chegar e da forma tão célere como o virar das páginas do calendário está a correr, em toda a extensão do território nacional acumulam-se mais certezas do que dúvidas de que será, sim, possível realizar-se o primeiro censo geral da população e habitação entre os dias 16 e 31 de Maio. Duzentos milhões de dólares é o montante que o Orçamento Geral do Estado dispõe para que se saiba, com algum rigor, quantos angolanos existem e como vivem num país com um território estimado em 1.246.700 km quadrados

01/03/2014 05:42:48

Negócios de sexo no Brasil: PROCESSO DE KANGAMBA EM MARÇO NA JUSTIÇA

Orientado pelos seus advogados no Brasil, Bento Kangamba, o tio Chico, tem a certeza de que a morosidade do seu processo no Brasil pode ter um fim por causa do tempo e por isso mostra segurança de que sairá impune mas por causa desssa situação ele está impedido de sair de Angola, não acompanhando, por exemplo, o seu Kabuscorp ao estrangeiro, agora que está engajado nas competições africanas

01/03/2014 05:41:25

CURVAS E CONTRA-CURVAS DA FAMA

Onde andam algumas estrelas que fizeram furor nas décadas de 80 e 90? No auge da fama eram presença constante na média, aclamados pelos fãs e requisitados constantemente. Na presente edição procuramos perceber o que mudou na vida de artistas, desportistas e políticos que andam longe dos holofotes

01/03/2014 05:39:33

Censo geral da população e habitação vai arrancar em Maio de 2014: VAMOS SABER QUANTOS SOMOS!

Foi em 1970 que, pela última vez, em Angola se realizou o censo geral da população e da habitação.Hoje, com um quadro absolutamente diferente num país que alcançou a sua independência em 1975, está em movimento uma máquina gigantesca que envolve meios humanos, técnicos e materiais,obviamente oleada por muitas dezenas de milhões de kuanzas.Trata-se de um desafio enorme que o governo tenta vencer a todo o custo, no sentido de, em linhas gerais, saber, de forma algo definitiva quantos somos, como vivemos e,numa perspectiva mais segura, conhecer o país real que temos para que este possa seguir o seu caminho em direcção ao desenvolvimento sócio-político e económico sustentável

28/01/2014 18:45:13

Grandes Lagos NOVA ESCALADA DE CONFLITOS

1 2 3 4

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital