Economia & Negócios

 
31/05/2014 15:55:13

DESDOLARIZAÇÃO? AINDA NÃO É O MOMENTO NO BRASIL

Para economistas especializados, a substituição da moeda de reserva no Brasil ainda é cedo, mas já há movimentos claros sobre as perspectivas de troca com os países da América do Sul e da China

31/05/2014 15:54:00

DESDOLARIZAÇÃO

30/04/2014 07:24:52

PORTUGAL E GRÉCIA COM DADOS POSITIVOS E EUROPA NEUTRA

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou a 11ª avaliação do programa de ajustamento. O mesmo aconteceu com a Comissão Europeia (CE) e o Banco Central Europeu (BCE). Até 30 de Junho o FMI irá passar o último cheque, no valor de 851 milhões de euros.

30/04/2014 07:23:33

“CORREDOR DO LOBITO” UMA “LINHA” PARA MUITOS NÓS!

O Corredor do Lobito tem sido, predominantemente, apresentado como estando assente em duas lógicas aparentemente complementares.

30/04/2014 07:22:35

EXPECTATIVAS NO PAÍS EM TORNO DA BOLSA DE VALORES

m o surgimento da paz, Angola encara dois grandes desafios, o primeiro se relaciona com o desenvolvimento económico, e o segundo diz respeito a contenção da pobreza e melhoria dos principais indicadores socioeconómicos.

29/03/2014 09:43:20

UNIÃO BANCÁRIA NA EUROPA FINALMENTE O ACORDO!

Uma boa notícia veio de Bruxelas. O Parlamento Europeu e os países da UE chegaram a acordo, a 20 de Março, para a criação dum mecanismo de liquidação dos bancos, que cruze todo os espaços do blocoˮ

29/03/2014 09:41:39

BRASIL SURPREENDE E CRESCE ACIMA DO ESPERADO

Mercado doméstico voraz e consolidação da classe C, altamente consumidora podem ser a explicação para o crescimento que ficou na média mundial

29/03/2014 09:40:28

PRODUÇÃO DO "OURO NEGRO" CAÍU MAS SONANGOL FALA ALTO NO TESOURO

Milhões, milhões e mais milhões foi o que mais se ouviu durante um encontro que a Sociadade Nacional de Combustíveis, Sonangol, promoveu com a imprensa, a propósito da comemoração dos seus trinta e oito anos de existência. Apesar dos cifrões, a maior empresa estatal angolana não terá sido feliz nos resultados alcançados pela sua produção petrolífera em 2013, comparativamente ao ano anterior, altura em que lucrou cerca de três biliões de dólares (usd 2.962.53. 674) como reflexo dos 626 milhões 176 mil e 468 barris produzidos, contra os 633 milhões 149 mil e 741 barris de 2012. Em 2012, registou-se 4.4 %,ao contrário do que aconteceu em 2013 (1,1% resultando em termos de produção uma quebra acentuada nos seus cofres, que, ainda assim, foram capazes de sustentar os mais importantes projectos de desenvolvimento em curso em todo o paísa

29/03/2014 09:39:05

BANCA ANGOLANA À PROCURA DE UM ROSTO

“O sector financeiro em Angola vive um período de expansão  e se  assume como  mola propulsora no relançamento da economia. A intervenção dos últimos governos no âmbito das políticas  de regulação e  macroeconómica permitiu  a alteração do quadro jurídico-legal, criando assim,  uma maior actuação das  instituições  de regulação, aprofundamento e alargamento do sistema financeiro angolanoˮ

01/03/2014 05:56:16

DAVOS TERMINA EM AMBIENTE OPTIMISTA

01/03/2014 05:55:27

NOTÍCIAS ECONÓMICAS PARA GERIR ATÉ ÀS ELEIÇÕES

A teoria do copo meio cheio ou meio vazio aplica-se na perfeição à situação política portuguesa. Somam-se sinais positivos na economia, mas o Fundo Monetário Internacional trava os ânimos dos governantes de Lisboa.

01/03/2014 05:54:20

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

No ano em que a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), anuncia que 2014 será o ano da agricultura familiar, a União Africana declara 2014, como ano da agricultura e da segurança alimentar

28/01/2014 18:57:02

Letónia entrou no Euro à chapada PRESIDÊNCIA GREGA PODE ABRIR OPORTUNIDADES

Um novo país adoptou o Euro, a Letónia, e a Grécia assumiu a presidência da União Europeia. Ainda o novo ano não tinha começado e já havia ataques visíveis. A Grécia continua a ser a grande preocupação e Portugal soma sinais positivos num conjunto morno

28/01/2014 18:55:42

Contribuição da Sociedade Civil OPSA E ADRA "DESMONTAM" O OGE DE 2014

O Orçamento Geral do Estado para 2014, recentemente aprovadio pelo governo angolano é esmiuçado em forma crítica pela OPSA e a ADRA, duas organizações da Sociedade Civil de valor reconhecido. A ideia realçante visa contribuir para que o OGE de 2014 seja conhecido e discutido publicamente pelas instituições, pela sociedade civil e pelo sector privado e que desse debate resultem propostas concretas para a sua melhoria no processo futuro de elaboração e aprovação de um documento que se constitui como bíblia  orientadora para a governação do País em determinado período.
É preciso salientar que um melhor entendimento da sociedade em relação ao OGE pode ampliar o debate sobre as opções defendidas pelo executivo e pelas diferentes formações políticas.Para a OPSA e a ADRA, caminhando nessa direcção se estimulará o exercício do direito e dever de controlo pelos cidadãos da gestão dos recursos públicos. Este princípio da participação dos cidadãos na vida política do País, é bom fazer recordar, está claramente salvaguardado na Constituição de 2010.
O documento é extenso, não o publicamos integralmente mas damos foco principal na tradução dos números de acordo com as diferentes rubricas e sua avaliação, na análise crítica, em termos de políticas públicas,dos sectores da educação,da saúde, da justiça,da agricultura e na elaboração de algumas recomendações que possam vir a ser consideradas no futuro aquando da elaboração de novos OGE.

28/01/2014 18:54:27

NOVA PAUTA ADUANEIRA

A nova pauta aduaneira angolana está em vigor desde Janeiro do presente ano e foi reestruturada visando desincentivar as importações, estimular a produção nacional e a diversificação da base económica. Com a implementação deste importante instrumento, as autoridades prevêem corrigir externalidades e distorções existentes no mercado interno e incrementar a arrecadação fiscal, elevando deste modo a receita pública.

3 4 5 6 7 8 9 10 11

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital