Economia & Negócios

 
25/01/2015 00:00:01

ARMARDO MANUEL, MINISTRO DAS FINANÇAS NÃO HÁ RECURSOS SUFICIENTES PARA PAGAR

O Ministro das Finanças, Dr. Armando Manuel explicou à nossa revista as razões que levaram as instituições do governo a não pagarem normalmente as despesas que vinham fazendo em meados do ano transacto, uma situação criada pela queda brusca dos preços do petróleo

24/01/2015 23:51:41

CONSEQUÊNCIAS DA BAIXA DO PREÇO UM CENÁRIO DE STRESS

A forte descida do preço internacional do petróleo, ocorrida no último trimestre de 2014, e que se traduzia, no final do ano, numa queda de 50% do preço do barril verificado em meados de Junho (de USD 115 para pouco mais de USD 57), representa para a economia de Angola um segundo choque externo, de grande amplitude, após o choque sofrido no final de 2008, desencadeando um efectivo cenário de stress

24/01/2015 23:46:21

PETRÓLEO PREÇO EM QUEDA

20/12/2014 19:36:51

INCENTIVOS AO DESENVOLVIMENTO EM ANGOLA

20/12/2014 19:22:53

DO CRESCIMENTO ECONÓMICO AO DESENVOLVIMENTO LOCAL

Ao contrário do que se imaginava, o resultado dessa estratégia de crescimento foi, além do citado agravamento das desigualdades sociais, centros urbanos massificados, contrastando com desertos populacionais marginalizados economicamente e sem perspectivas de desenvolvimento a curto e médio prazos. Outra face do mesmo problema foi o estado de dependência tecnológica, a até cultural, que as áreas subdesenvolvidas criaram em relação aos centros (mais desenvolvidos).

02/12/2014 15:09:51

AUDITORIA AO BES TERMINA EM DEZEMBRO

02/12/2014 15:06:52

2015 O DESAFIO DA DIVERSIFICAÇÃO ECONÓMICA

O país deve diversificar a sua economia porque os recursos provenientes do petróleo não são suficientes para financiar o desenvolvimento de Angola.

02/12/2014 15:03:18

DO BESA AO BANCO ECONÓMICO

24/10/2014 13:29:27

GESTÃO DA TAAG-COMPANHIA AÉREA ANGOLANA GOVERNO ASSINA ACORDO COM EMIRATES

O contrato de concessão realizado entre o governo angolano e os Emiratos Árabes Unidos (EAU) sobre a gestão de companhia de bandeira TAAG – Linhas Aéreas de Angola, que passa a ser realizada pela companhia Emirates, simboliza em si uma nova era para a economia angolana no geral e para o sector de transporte áereo em particular

25/09/2014 16:38:10

BANCO SUCESSOR DO BES TEM NOVA ADMINISTRAÇÃO

25/09/2014 16:37:22

NOVA COMISSÃO EUROPEIA ESTÁ PRONTA

O elenco governativo europeu está concluído. Agora falta a aprovação, por parte do Parlamento Europeu, que irá votar a proposta do luxemburguês Jean-Claude Junker

25/09/2014 16:35:57

ZONA EURO QUASE NADA SE MEXE

“A actividade económica na Zona Euro, em Agosto, desacelerou mais do que as previsões. O índice PMI (Purchasing Managers Index) da Markit Economics, que agrega a actividade industrial e dos serviços na Zona Euro, caiu para 50,7 pontos, contra 51,8 pontos verificados em Julho. A estimativa era de 50,8 pontos.”

25/09/2014 16:33:34

FORTALEZA E LUANDA LIGADAS POR CABO

Fortaleza tem vocação para sediar grandes eventos. A capital cearense marcou um golo como cidade-sede da Copa do Mundo Fifa 2014 e também foi prestigiada com a realização da 6ª Cimeira Anual dos BRICS, evento que reúne chefes de estado do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

25/09/2014 16:31:22

CABO VERDE EMPRESAS ANGOLANAS DISPUTAM O MERCADO

Cabo Verde está, cada vez mais, a atrair os investidores da República de Angola (RA). A prova disso é a notícia recente (ver caixa) de que o Banco Internacional de Angola (BIC) pretende, em parceira com a empresária Isabel dos Santos e o português Américo Amorim, criar um novo banco no país. Os outros sectores de actividade onde, à par dos bancos, as empresas angolanas estão a disputar com garra o mercado cabo-verdiano são os de telecomunicações (Unitel Tmais), transportes aéreos (TAAG) e energia (Sonangol). Já as áreas de pesca e agricultura, cujos potenciais a explorar são elevados, estão ainda a espera de investimentos significativos por parte do sector empresarial angolano

29/08/2014 15:32:04

MOÇAMBIQUE – MOZA BANCO/BES: “NÃO DEPENDEMOS DE DECISÕES DE FORA”

O Moza Banco afasta qualquer possibilidade de contágio relativamente ao Banco Espírito Santo, que controla 49% da instituição financeira moçambicana. Diz ainda que a relação com o BES se mantém

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital