Economia & Negócios

 
1/8/2022 3:48:35 PM

Crise Alimentar no Mundo MAIS DE 150 MILHÕES DE PESSOAS VIVEM EM EXTREMA POBREZA

Segundo o Banco Mundial, a crise económica actual representa um atraso de todos avanços feitos nos últimos cinco (5) anos no que diz respeito ao combate à pobreza e à segurança alimentar. A mesma fonte adianta que ainda este ano cerca de 150 milhões de pessoas, que representam cerca de 1,4% da população mundial, estarão a nível de extrema pobreza e a viverem com menos de 1,9 USD por dia, devido aos efeitos da Covid-19 associados a outros fenómenos como mudanças climáticas, sendo que 82% dos novos pobres estarão concentrados nos países de médio rendimento. Vejamos que  um facto hoje adquirido é o da interdependência das economias, havendo uma crise de alimentos na China. Este fenómeno repercurtisse-á negativamente em várias economias no mundo  ou mercados muito expostos a flutuação de preço dos alimentos. 

10/24/2021 7:37:01 AM

ANGOLA BAIXA NO RAKING DAS ECONOMIAS MAIS PUJANTES: PROCESSO DE REFORMAS DEVE SER ACELARADO

A consolidação fiscal é um tema que não escapa a referida agenda da ONU, que defende o equilíbrio macroeconómico e das contas públicas com imperativo do desenvolvimento sustentável, dando enfase a redução das taxas de juro e inflação. Os registos actuais das taxas de juros e inflação são preocupantes porque impacta sobremaneira no poder de compra, e no ambiente de negócios, sendo um desincentivo ao investimento, e a actividade económica impactando negativamente na expansão do crédito a economia, e a confiança do investidor.

10/24/2021 7:35:27 AM

EFEITOS DA PANDEMIA DA COVID 19: CRISE AFECTA OBJECTIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

A pandemia da Covid-19 entre um conjunto de efeitos perniciosos que desencadeia, tem um impacto no cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável(ODS). Segundo o Banco Mundial a crise económica actual representa um atraso de todos avanços feitos nos últimos cinco (5) anos no que diz respeito ao combate a pobreza e segurança alimentar. A mesma fonte adianta que ainda este ano cerca de 150 milhões de pessoas que representam cerca de 1,4% da população mundial, estarão a nível de extrema pobreza a viverem com menos de 1,9 USD por dia, devido aos efeitos da Covid-19 associados a outros fenómenos como mudanças climáticas, sendo que 82% dos novos pobres estarão concentrados nos países de médio rendimento.

7/26/2021 9:46:09 AM

EM 2020 O PAÍS TEVE UM SALDO ORÇAMENTAL NEGATIVO DE 1,5%

O Executivo angolano perspectiva, para o presente ano 2021, a retoma de saldos positivos da Balança de Pagamentos, depois de em 2020 ter registado resultados negativos,
informou recentemente, em Luanda, o ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior.

7/26/2021 9:41:28 AM

PREÇO DOS ALIMENTOS EM TEMPOS DE CRISE

Angola vai continuar a ser um dos países que mais gasta em África em Defesa nos próximos anos, sendo a Rússia e a China quem mais vão beneficiar desses gastos, revela a companhia de análise económica e industrial GlobalData.

7/26/2021 9:36:12 AM

DESAFIOS DA RECONVERSÃO DA ECONOMIA INFORMAL

Segundo o recente relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 2021 cerca de 75 milhões de empregos serão destruídos no mundo devido a pandemia da Covid-19, sendo que em 2022 o número irá reduzir com previsão de perda de cerca de 23 milhões de empregos

6/5/2021 7:17:18 AM

PREÇO DOS ALIMENTOS EM TEMPOS DE CRISE EM 2020 CERCA DE 12 MIL PESSOAS MORRERAM DE FOME POR DIA

Apesar de estarmos em 2021, os efeitos da pandemia da Covid-19 continuam a impactar negativamente vários sectores da vida económica e social, mas reiteradamente temos visto a nível mundial, como é evidente, a preocupação excessiva de se frisar em grande escala o colapso dos sistemas de saúde. Assim, é também importante reforçar a análise do efeito da pandemia sobre um conjunto de sectores, como por exemplo, saber a influência da crise no sector da agricultura e no preço dos alimentos, situação essa, que segundo analistas, pode criar consequências ainda desconhecidas para a estabilidade financeira dos países. 

3/17/2021 4:59:52 PM

DE OLHO NO PAPEL DO PETRÓLEO PERSPECTIVAS DE CRESCIMENTO DOS CONTINENTES

3/17/2021 4:57:07 PM

2021: ANO DO ARRANQUE DE UMA RECUPERAÇÃO PRUDENTE ECONOMIA MUNDIAL

O impacto violento do choque externo causado pela pandemia da COVID-19, prevalece e teima em alastrar aos diversos sectores socioeconómicos; porém, um pouco por todo mundo, os estados optaram pela implementação de políticas expansionistas com o objectivo de salvaguardar essencialmente duas áreas fundamentais -  a saúde e a preservação do emprego. 

1/2/2021 7:39:40 AM

ANGOLA ENTRA PARA A ZONA DE COMÉRCIO LIVRE CONTINENTAL AFRICANA

Actualmente existe uma fraca intensidade de trocas comercias entre os países africanos, e esse facto deriva sobretudo de barreiras impostas ao comércio provocadas por políticas de desenvolvimento excessivamente protecionistas implementadas pelos países africanos desde o período pós-independência, o que demonstrou nos últimos anos, em grande parte dos casos, a ausência de uma estratégia Africana com vista a acelerar as trocas comercias inter-regionais, resultando em economias bastante frágeis e com forte dependência externa de capitais, de tecnologia e de mão de obra qualificada, resultando em economias pouco monetizadas e de fraco poder de compra dos cidadãos.

1/2/2021 7:38:42 AM

OGE 2021

11/27/2020 5:38:56 PM

REFINARIA DE CABINDA COM MAIS DE 900 MILHÕES DE DÓLARES

A Sonangol anunciou a imprensa,ter tomado,com o grupo GEMCORP,a decisão final de investimento para a construção da Refinaria de Cabinda,com as despesas situadas em 920 milhões de dólares.

11/27/2020 5:36:55 PM

O FUTURO DAS ECONOMIAS AFRICANAS APÓS PANDEMIA MUNDIAL

10/6/2020 6:06:27 AM

O IDH ANALISOU OS PROGRESSOS DE 189 PAÍSES EM MATÉRIA DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

Angola, Guiné-Bissau e Guiné Equatorial são três dos países que pioraram no ano passado no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das Nações Unidas. Cabo Verde e São Tomé e Príncipe tiveram prestações positivas

10/6/2020 6:04:37 AM

PERSPECTIVAS DA ECONOMIA FACE A COVID-19

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital