Cultura

 
01/12/2016 19:11:45

NADIR TATI INSPIRO-ME NAS MUSAS ANGOLANAS PARA CRIAR

Nadir Tati, uma criadora que se inspira, com frequência, na condição actual da mulher angolana, transportando toda uma história africana que passa por um processo de identidade e afirmação de um continente que acompanha cada vez mais o mundo, num processo de globalização, fala da moda, do dia-a-dia dos angolanos e da actual situação do país

02/10/2016 05:24:23

NOVO DISCO DE NÉ GONÇALVES "SEMBAMAR" JÁ NA RUA

O amor pela música de Né Gonçalves levou-o, mais tarde, a criar o projecto Ensarte Musical e a contribuir para promover a música angolana no mundo.

02/10/2016 05:22:32

ACADEMIA ANGOLANA DE LETRAS GANHA FORMA

A Academia Angolana de Letras (AAL) foi proclamada a 15 de Setembro, em cerimónia decorrida no auditório do Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda, com o empossamento do corpo gerente.

Artur Pestana “Pepetela” (Presidente da Mesa da Assembleia Geral), Boaventura Cardoso (Presidente do Conselho de Administração), Henrique Guerra (Presidente do Conselho Fiscal) e Paulo de Carvalho (Presidente do Conselho Científico), são os rostos mais visíveis de uma instituição que terá como missão impulsionar a produção literária no país

02/10/2016 05:17:40

ESTILISTA LISETE POTE: "NECESSITAMOS DE CURSOS LIGADO AO MUNDO DA MODA"

 A estilista angolana Lisete Pote apontou, em Luanda, a necessidade da abertura de cursos de criação de moda no país, como forma de potenciar os agentes do sector de conhecimentos teóricos e práticos que os habilita a melhor executarem as suas obras.

Em exclusivo à Revista Figuras&Negócios (F&N), Lisete Pote adianta ser imperioso que se olha, com a máxima urgência, na vertente formação, para que os criadores angolanos possam estar dotados de conhecimentos e técnicas que garantam a produção de obras com a qualidade desejada e que concorram para a entrada dos estilistas angolanos no mercado internacional

02/09/2016 06:55:32

BONGA KWENDA: "MEREÇO MAIS RECONHECIMENTO NO MEU PRÓPRIO PAÍS"

Dispensando qualquer apresentação a nível pessoal, Ele é Autor e intérprete de música tradicional angolana; começou a trilhar os seus passos pelos musseques de Luanda quando kandengue, ainda antes da independência, e  na década de 1980 Bonga atingiu o topo da carreira internacional. 

Hoje, com 74 anos de idade e mais de metade com uma carreira que passou em grande parte por Portugal, o cantor fala do desconforto que sente por ter menos reconhecimento e espetáculos no país de origem do que por outras paragens pelo mundo, especialmente na Europa.

Com cerca  de 450 músicas em muitos álbuns publicados ao longo dos seus anos de carreira, tornou-se no primeiro artista africano a actuar a solo, e em dois dias consecutivos, no Coliseu dos Recreios.

Bonga não é apenas o Artista dos seus próprios trabalhos. É compositor participativo na carreira artística de muitas outras estrelas da música angolana, e não só. Nomes como Rui Mingas, Yuri da Cunha, Patrícia Faria, Pérola, Welwitchia, Damiã, Yeyé, Lura e outros já tiveram um dedo de Bonga nos seus trabalhos.

Ainda internacionalmente, fez grandes parcerias com cantores como Manu Dibango, Cesária Évora e Bernardo Lavillier.

É ele que uma vez mais quer encantar os amantes da boa música angolana, com o lançamento, em Setembro, do seu novo trabalho discográfico, de que vai nos falar em entrevista;

28/07/2016 07:57:01

FRANCISCO VAN-DÚNEM "VAN": UMA ABORDAGEM SOBRE “ÍCONES E PAISAGENS DA MINHA TERRA”

“Ícones e paisagens da minha terra” marca quatro décadas do percurso artístico de Francisco Van-Dúnem “Van”

28/07/2016 07:53:59

A DANÇA DA CHUVA: RETRATO DA SOCIEDADE URBANA

Menção honrosa do Grande Prémio Sonangol de Literatura, A Dança da Chuva (de Fragata de Morais) elabora um espaço ficcional em que se retratam as contradições da sociedade urbana luandense e critica a postura repugnante de certas entidades públicas

28/07/2016 07:52:54

PAULO KUSSY: O AMBIENTE NAS ARTES PLÁSTICAS DEVE MELHORAR RÁPIDO

Paulo Kussy aponta para necessidade da criação de atelieres e serviços educativos nas galerias e museus

Paulo Kussy, é um jovem artista plástico angolano que tem dado cartas no mercado nacional, com trabalhos que merecem elogios de amantes e apreciadores.

Numa entrevista à Figuras & Negócios, Paulo Kussy fala das suas motivações, da sua vida no mundo das artes e, acima de tudo, do trabalho que faz no seu dia-a-dia

28/06/2016 08:02:18

TROPICAL BAND DE VOLTA AOS PALCOS

Depois de terem sido convidados para o Festival Tropical de Zouk em Moçambique, o maior festival que existe a nível daquele país africano, o grupo Tropical Band, adormecidos há mais de quinze anos, decide voltar aos palcos.

A volta do grupo será marcada por um espectáculo a acontecer numa discoteca na Cidade de  Lisboa, no final do mês em curso.

E para frente, os “meninos” dos anos 90, que provavelmente trazem o seu disco The best para esse ano, dizem que agora, pretendem ser mais selectivos e cautelosos com os seus trabalhos, mas nunca saindo do foco inicial.

Os autores de sucessos como “Meia noite” e “Mwangolé”, garantem que de maneira alguma pretendem cair para a rotina, mas lutar para um lugar no coração das novas gerações, assim como marcaram uma geração mais antiga. Uma pequena entrevista com Hernani Lagrosse, um dos integrantes do grupo, põe-nos a par de todas as novidades... 

28/06/2016 08:01:17

ALCIONE: "NUNCA FUI ESCRAVA DA MODA"

A Marrom, que ama brilhos e maquilhagem, tem Testino, Gaultier e Naomi a seus pés

31/05/2016 07:02:19

MÚSICA E DANÇA: O QUE AS CRIANÇAS NÃO PRECISAM DE APRENDER

A música combina a melodia, o ritmo e a harmonia, tornando tudo num misto de coisas agradáveis ao nosso ouvido, e é normalmente utilizada para exprimir sentimentos ou passar alguma paz espiritual. Quem de facto conhece, sabe que soa sempre bem ouvir uma música, seja para relembrar momentos passados, dar pulos e dançar ou simplesmente para relaxar, a música é sempre uma boa terapia

31/05/2016 06:59:10

GRUPO KILANDUKILU A EXPRESSÃO MÁXIMA DA DANÇA TRADICIONAL EM ANGOLA

O grupo Kilandukilu é uma força da dança tradicional angolana e maior referência no mercado nacional. Numa entrevista à revista Figuras&Negócios, o director do grupo, Maneco Vieira Dias, faz uma abordagem sobre o mundo da dança em Angola, perspectivas e futuro do colectivo

02/05/2016 07:17:06

LUAIA GOMES, ESCRITORA NÃO SOU ESTRELA QUERO CONTRIBUIR PARA A LITERATURA ANGOLANA

Estreou-se no mercado literário com “Todos nós fomos distante” e promete dar que falar no mundo das letras. Jovem, ou, se quisermos considera-la, ainda adolescente, Luaia Gomes Pereira fala à revista Figuras&Negócios sobre os seus projectos de vida.

02/04/2016 17:35:18

UNIDAS AS VÁRIAS PRONNÚNCIAS DO PORTUGUÊSAS

“Os escritores, a promoção da leitura e as bibliotecas escolares”; “Leitura – Aprender a gostar”; “Literatura ou escrita criativa”; “A imagem que ilustra a palavra e a palavra que ilustra a imagem”; “Novas realidades, novas famílias, novas temáticas”; “Hiperleitura – Do analógico ao digital” e a “Circulação do livro e do autor no espaço da Lusofonia”, foram os temas que estiveram em debate nas diferentes mesas redondas, durante o 2º Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia, que decorreu em Lisboa, de 22 a 27 de Fevereiro de 2016

02/04/2016 17:32:27

KARINA BARBOSA FALTA FORMAÇÃO E INDUSTRIALIZAÇÃO NO SECTOR DA MODA

Maior profissionalismo, organização e seriedade no trabalho são alguns dos requisitos defendidos pela directora-geral da agência Step Models, Karina Barbosa no sentido de se impulsionar e internacionalizar mais o sector da moda nacional

1 2 3 4 5 6 7

Copyright © Figuras & Negócios - Todos os direitos reservados strong>

Contato
Home
Acervo Digital